Há menos de uma semana da votação do Impeachment, os envolvidos já estão antecipando as suas vontades. Tudo começou com o anúncio da saída prematura do PMDB do governo, atitude vista inclusive por parlamentares do partido como antecipada.

Dessa vez foi um áudio divulgado que colocou em jogo a antecipação do PMDB, que agora é oposição ao governo. "Já tem até áudio pronto para o golpe, isso é mais uma prova do que está acontecendo com o Brasil.

O PMDB já tem tudo pronto caso o impeachment seja aprovado", afirmou uma internauta em uma Fanpage que divulgava o áudio vazado.

O pronunciamento é como se Michel Temer já fosse presidente e discursava para o Brasil. As últimas pesquisas realizadas demonstram que a força pela renúncia de Temer é maior que a de Dilma. Segundo uma pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha, 75% dos entrevistados queriam a renúncia de Michel Temer, enquanto 60% dos entrevistados pediam a renúncia de Dilma.

O movimento contra a saída da presidenta também demonstrou queda de cerca de 10%, demonstrando que o impeachment perde força.

Temer antecipa sua vitória em seu discurso de vitória acidentalmente no processo do impeachment da presidenta Dilma Rousseff. O áudio conta com mais de treze minutos e pode ser ouvido logo abaixo. No discurso, o vice-presidente antecipa a aprovação do impeachment que ainda será votado.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lava Jato Lula

Vice-presidente justifica seu afastamento do governo

No início do áudio, Michel Temer inicia justificando sua saída do governo antes do processo. O vice-presidente fala como se tivesse realizando o primeiro pronunciamento após uma possível derrota de Dilma na votação do impeachment.

Temer premedita também sobre a votação do impeachment em sua segunda fase no senado, afirmando que não influenciará no processo de votação.

O vice-presidente pede ainda a unificação dos brasileiros que encontram-se polarizados em uma crise Política instaurada por um pedido de impeachment sem base jurídica se personificando como um golpe, de acordo com os manifestantes pró-Dilma.

O vazamento do áudio esquenta a discussão do cenário político, onde os brasileiros contra o pedido de impeachment acusam o vice-presidente de planejar um golpe, inclusive premeditando a sua aprovação antes mesmo de ser votado.

Nas redes sociais encontram-se muitos comentários onde os manifestantes dizem que mais uma vez o PMDB deu um tiro no pé.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo