No fim dessa tarde, o senadorCristovam Buarque do PPS-DF discursou na sessão plenária que decidirá pelo afastamento de Dilma Rousseff. Buarque ainda estava indeciso com seu voto quando questionado pela imprensa, mas muitos acreditavam que ele votaria contra a saída de Dilma.

Durante o discurso afirmou que a responsabilidade de votar em uma sessão do Impeachment é muito grande, mas que votava favorável ao afastamento da presidente, definindo seu voto comotécnico, moral e jurídico.

O senador disse que não entende como é possível votar contra o impeachment, pois fazer isso é o mesmo que"ignorar que há indícios de crime de responsabilidade" por parte de Dilma Rousseff. Cristovam foi o voto de número 14 a favor do impeachment.

Outros discursos que surpreenderam

Ronaldo Caiado, do DEM-GO, foi o primeiro a discursar após a pausa de quase duas horas na sessão de votação do impeachment.

O senador apresentou os números da economia atual para argumentar contra o 'golpe' que a esquerda acusa os direitistas de estarem promovendo. As palavras do senador ganharam repercussão e aprovação na internet.

Aloysio Nunes, do PSDB-SP, argumentou contra Dilma, o PT e o deputado federal Waldir Maranhão, sendo muito aplaudido ao terminar seu discurso. Magno Malta, do PR-ES, também gerou repercussão e logo tornou-se um dos assuntos mais comentados nas redes sociais.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula Política

O senador criticou o governo, relembrou a época em que foi ameaçado de morte durante a CPI da Pedofilia e encerrou sua fala aos gritos de que não se deve ter medo de morrer pelo que se acredita, pelo país, e finalizou com um trecho do hino da independência:

"...Ou ficar a pátria livre, ou morrer pelo Brasil...".

Conforme divulgado na TV Senado, a sessão do impeachment deve terminar no início da madrugada, com previsão de tempo total de aproximadamente 15 horas de duração.

A sessão começou por volta das 10h da manhã, teve uma pausa depois de12h30 e retornou pouco antes das 15h.

Renan Calheiros anunciou na abertura da sessão que haverá uma segunda pausa de uma hora por volta das 19h.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo