Michel Temer conta como apoio de nomes importantes dentro de seu Governo para extinguir a emissora, como o secretário-executivo do PPI, Moreira Franco e o ministro-chefe da Secretaria de Governo, Geddel Vieira.

Segundo os políticos, a emissora estatal tornou-se uma TV voltada para a militância, além de ter se transformado em um 'cabide de empregos'. Geddel ainda declarou que a EBC (Empresa Brasil de Comunicação, detentora da TV Brasil), é o retrato de um governo 'ineficiente' que faz autopropaganda.

O político ainda afirma que se o governo quiser divulgar algo, possui contratos com agências de publicidade para este fim.

O ministro Eliseu Padilha solicitou um levantamento para saber qual o custo mensal da emissora para que assim Michel e sua equipe possam se decidir sobre a extinção ou permanência da mesma, entretanto, a ideia de acabar com a empresa é mais forte dentro do PMDB, principalmente porque o governo interino tem se esforçado para ter atitudes que o diferencieda gestãopetista.

A EBC

Subordinada à Casa Civil, a empresa é uma agência de notícias oficial do governo que detém a TV Brasil ou NBR. A emissora transmite todas as cerimônias oficiais do governo, inclusive, transmitiu o discurso de Dilma no dia 1 de maio,ocasião em queRousseffchamou Temer e os apoiadores do impeachment de golpistas.

A extinção ou a manutenção

Além de um possível encerramento das atividades da emissora, também existe a possibilidade de se realizar parceriascom emissoras estatais estaduais, de forma que cada estado tenha uma emissora retransmitindo a programação e atuando diretamente na programação diária.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo Michel Temer

Atritos

Michel Temer demitiu o presidente da EBC, Ricardo Melo, pouco depois de tomar posse, o substituindo por Laerte Rimoli, que durante seus dias como presidente da empresa, extinguiu o termo 'presidenta' dos meios de comunicação estatais e chegou a realizar algumas demissões de possíveis militantes petistas.

Entretanto, nos últimos dias o ministro do STF, Dias Toffoli, obrigou Temer a reconduzir Ricardo a presidência da EBC e como represália Melo exibiu uma entrevista no Dilma Rousseff na última quinta-feira, 9.

Atualmente a estatal conta com dois mil funcionários.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo