A manhã dessa terça-feira (07) começou turbulenta em Brasília. Pela primeira vez na história do país, a Procuradoria Geral da República (PGR) por meio de seu procurador Rodrigo Janot, pediu a prisão de um ex-presidente da República, José Sarney (PMDB-AP). Além de Sarney, Janot pediu a prisão do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), do presidente da Câmara dos deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do senador Romero Jucá (PMDB-RR).

Os pedidos de prisão agora serão analisados pelo ministro do Superior Tribunal Federal, Teori Zavascki. Teori também é relator das investigações da Operação Lava Jato no STF.

Pedidos de prisão tem relação com áudios de diálogos com ex-presidente da Transpetro

Os pedidos de prisão feitos nessa manhã têm relação direta com os diálogos divulgados entre os políticos citados acima com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado.Os diálogos sugerem que existiu um esforço desses políticos para atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato da Polícia Federal que investiga o esquema de Corrupção da Petrobras.

Em um dos trechos das conversas é revelado que o presidente do Senado Renan Calheiros chamou o procurador Geral da República Rodrigo Janot de “mau caráter”. As conversas também sugerem que Calheiros trabalhou contra a recondução dele ao comando do Ministério Público.

Pedido de prisão de Sarney inclui o uso de tornozeleira eletrônica

Segundo informação divulgada pelo Jornal O Globo, o pedido de prisão do ex-presidente da república José Sarney inclui o uso de tornozeleira eletrônica.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lava Jato Corrupção

A prisão será domiciliar pela idade de Sarney, 86 anos, e por esse motivo, será obrigatório o uso de tornozeleira.

Em seu acordo de delação premiada, Sérgio Machado afirmou que desviou, pelo menos, R$ 70 milhões em contratos da Petrobras para pagamento de propinas as líderes do PMDB.De acordo com o depoimento, a maior parte da propina terá sido entregue a Renan Calheiros. Os valores pagos a ele giram em torno de R$ 30 milhões.

Sarney e Jucá receberam R$ 20 milhões cada um.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo