O pedido feito pelo procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, solicitando que as investigações relacionadas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao ex-senador Delcídio do Amaral, fiquem a cargo do juiz federal Sérgio Moro, foi encaminhado  ao Supremo Tribunal Federal (STF). Delcídio apontou Lula na delação premiada, dizendo que o ex-presidente tentou interferir nas investigações das operações Lava Jato, fazendo com que Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras, não cooperasse com as investigações.

Publicidade
Publicidade

Segundo o delator, Cerveró teria recebido um pagamento de R$ 250 mil para não se pronunciar a respeito dos esquemas de Corrupção na Petrobras. Além dos já citados, esse fato também envolveu Diogo Ferreira, amigo de Delcídio, o pecuarista José Carlos Bumlai, que é amigo de Lula, e Maurício Bumlai.

Para o juiz Sérgio Moro dar andamento às investigações contra Lula, será preciso uma aprovação do ministro Teori Zavascki, já que esse é o primeiro pedido da procuradoria-Geral da República para que Moro assuma as investigações contra o ex-presidente.

Publicidade

Lula é apontado em investigações da Lava Jato que envolvem um triplex no Guarujá e um sítio em Atibaia. 

Assessoria de Lula

A assessoria do Instituto Lula informou que o ex-presidente já se manifestou no Ministério Público Federal a respeito dessas acusações e que ele já se posicionou, no dia 27 de maio, junto ao Supremo, sobre essa "falsa denúncia", afirmando que  “são falsas as afirmações do réu confesso Delcídio Amaral”. 

O Jornal Nacional mostrou as denúncias envolvendo o ex-presidente Lula e os nomes citados, apresentando documentos, passagens aéreas, extratos bancários e telefônicos, além de diárias em hotéis, o que, para o Ministério Público, comprova que Lula está no centro dos esquemas de corrupção.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lava Jato Corrupção

O Instituto Lula foi o local escolhido para um encontro com Delcídio, e o Ministério Público apurou que reuniões foram marcadas entre Lula e o ex-senador, para acordos e pagamentos, também foram apresentados telefonemas entre Lula e o pecuarista Bumlai. 

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo