Um grande impasse foi criado entre o presidente interino Michel Temer,desde a sua posse, e a direção da Empresa Brasileira de Comunicação, mais conhecida como EBC. O impasse está fazendo com que seja discutida uma série de modificações na forma comofunciona a TV pública estatal hoje.

Atualmente, o orçamento previsto para a EBC é de R$ 530 milhões. O responsável pela coordenação da EBC é o jornalista Ricardo Melo que foi nomeado pela presidente afastada Dilma Rousseff,dias antes da votação no Senado que determinou o afastamento da presidente por três meses.

Temer tentou trocar direção da EBC, mas Dias Tófoli proibiu a mudança

Com um pouco mais de um mês de presidência, Michel Temer tentou mudar toda a direção da EBC e reestruturar a direção da estatal, porém o ministro Dias Tófoli do Supremo Tribunal Federal, por meio de uma liminar, proibiu que o desejo de Temer fosse realizado.

Desde então, alguns ministros estão defendendo a tese do fechamento da estatal, como no caso do ministro Geddel Vieira Lima, responsável pela pasta da Secretaria de Governo. Mas não há consenso na decisão e por isso o debate está aberto.

Principal entrave no fechamento da estatal é o extenso corpo de concursados

Atualmente, a estatal possui em seu quadro de servidores mais de dois mil colaboradores. O grande entrave na hipótese de fechamento da EBC é o que fazer com esses mais de dois mil concursados.

O plano A do governo então seria derrubar a liminar que segurou Melo na coordenação da estatal e fazer uma completa reestruturação na forma pela qual é conduzida e administrada a TV. A ideia é colocar um aliado de Temer no comando da EBC para que seja feita uma estruturação na forma de contratação, fazendo com que sejam utilizados mais servidores da casa, evitando assim, a contratação de terceirizados que, de acordo com balanço de Temer, custam muito caro e não trazem audiência ao canal.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Governo Michel Temer

Governador Geraldo Alckmin chamou EBC de ‘TV do Lula’

O governador do estado mais rico do país, Geraldo Alckimin (PSDB) é a favor do fechamento da EBC e chamou a emissora de TV do Lula. Alckmin acredita que não há nenhuma justificativa para continuar mantendo a emissora pois, a seu ver, a cada dia são gerados mais gastos, sem que haja audiência.

Alguns analistas defendem a tese do convênio entre as TVs estaduais com a estatal, para que sejam alcançadas maiores parcerias e uma diminuição nos custos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo