Nessa segunda-feira (18), a presidente afastada Dilma Rousseffparticipou de um evento na Universidade Federal do ABC Paulista e fez uma comparação radical sobre a situação da Turquiacom oprocesso de impeachment enfrentado por ela no Senado Federal. Dilma afirmou que o que acontece no Brasil é um golpe similar ao ocorrido na sexta-feira (15) na Turquia, porém, não há “tiroteio e armas”. Ela disse que as circunstâncias são diferentes, porém, o Brasil também vive esse golpe parlamentar, pois, segundo ela, o projeto de governo do presidente interino Michel Temer não foi aprovado com o crivo popular.

Dilma também citou em seu discurso os recentes fatos divulgados pelo Ministério Público Federal e da perícia técnica feita pelo Senado Federal, que, segundo informações divulgadas na imprensa, comprovam que não houve irregularidades nos decretos aos quais a petista é acusada de cometer as “pedaladas fiscais”.

“A coisa tá ficando chata para os golpistas”, disse ela sobre as denúncias às quais enfrenta no processo de Impeachment.

A intenção agora é mudar o tom em seu discurso, o tom militante utilizado até agora deverá ser mudado e a defesa da presidente deve se basear nesses laudos da perícia técnica. Segundo fontes próximas a presidente, Dilma Rousseff pretende lançar uma “carta aberta aos senadores” na qual será apresentado novos argumentos para a Comissão Especial que analisa o impeachment.

Dilma criticou ministro José Serra

Durante sua fala, a presidente afastada disse que está acompanhando os recentes acontecimentos políticos brasileiros e apontou riscos na proposta feita pelo ministro das Relações Exteriores, José Serra.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula Política

Dilma afirmou que é um grande risco mudar as regras de exploração petrolífera, segundo ela, é necessário aumentar os investimentos em ciência e tecnologia e não reduzir a zero os investimentos.

“Vão acabar com parcerias fundamentais. Sou a favor de parcerias para a realização de pesquisas, porque isso faz a diferenças entre sermos um país soberano no mundo e não sermos”.

A petista afirmou que lutar contra essas medidas é lutar contra o golpe e também para a manutenção da democracia.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo