As investigações da Operação Lava-Jato, da Polícia Federal e comandadas pelo juiz Sérgio Moro, da décima terceira Vara Criminal de Curitiba, no Paraná, desvendaram até o momento, desvios bilionários dos cofres públicos da maior estatal brasileira; a Petrobras. O grande número de políticos envolvidos e as constantes operações de combate à Corrupção, a partir dos trabalhos da força-tarefa da Lava-Jato, aliados à conscientização da opinião pública brasileira sobre os desdobramentos da crise política e econômica, sacodem substancialmente o País.

O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, de acordo com as apurações dos agentes federais e do Ministério Público, é peça fundamental de toda a engrenagem do esquema de distribuição de propinas oriundas da Petrobras, o que serviu também para "espelhar" e retratar a opinião dos brasileiros, através de pesquisa realizada por um renomado Instituto de Pesquisas Eleitorais, sobre o que a população pensa em relação ao futuro do ex-mandatário do País.

Resultados da pesquisa

A pesquisa foi encomendada pelo Instituto Paraná Pesquisas, entre os dias 20 e 23 de julho, cujos resultados foram divulgados nesta segunda-feira (25). Foram ouvidas 2.020 pessoas em24 estados e no Distrito Federal, distribuídos em 158 municípios brasileiros. O levantamento específico sobre a vontade dos entrevistados sobre o que deveria ocorrer com o ex-presidente Lula, é surpreendente.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lava Jato Lula

De acordo com os resultados da pesquisa, um dos dados mais significativos, é que 47,7% dos entrevistados querem que o ex-presidente Lula seja preso pelo juiz Sérgio Moro. Já 34,1% das pessoas entrevistadas, preferem que o ex-mandatário se aposente da política. Verifica-se que aproximadamente 82% dos entrevistados querem ver Lula preso ou aposentado, e tão somente 15,2%, desejam que elevolte a se tornar presidente da República.

Atualmente, o País atravessa uma grave crise política e econômica, com um processo de impeachment contra a presidente afastada Dilma Rousseff, em cursono Senado Federal. A probabilidade é que o processo de impedimento de Dilma, tenha um desfecho no final do mês de agosto, com votação pelo plenário do Senado;oque decidirá, de forma preponderante,se ela volta a comandar a Nação, ou se terá seus direitos políticos suspensos, com o afastamento definitivo da presidência do País.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo