O feriado do dia 7 de setembro pode ser marcado por protestos contra o atual presidente do Brasil, Michel Temer (PMDB). A previsão é de que ao menos 18 capitais vão participar dessas manifestações, conforme a convocação registrada em algumas redes sociais.

Manifestantes querem que Temer saia do poder

Conforme está rodando na internet, a manifestação contra o atual presidente do Brasil pode iniciar hoje (6) à noite.

O protesto é para que Michel Temer saia do poder e para que os brasileiros tenham direito a uma nova eleição, sem contar na oposição ao novo governo sobre a agenda econômica.

Em São Paulo já tem alguns eventos organizados, iniciando com o que ocorrerá na Praça Oswaldo Cruz, marcado para esta quarta-feira (7) às 9:00 horas onde os manifestantes irão caminhar pela Avenida Paulista até chegar ao Parque do Ibirapuera.

Já a capital brasileira contará com um ato às 8h30, marcado como ponto de encontro a Catedral Metropolitana. São vários os movimentos contra o atual presidente, onde pessoas se uniram e assinaram a organização em Brasília e a previsão é de que fiquem até a noite. Na Cidade Maravilhosa, os protestos serão contra a emissora Rede Globo, que está na mira de protestos por articular e viabilizar o golpe contra a democracia, no último dia 31.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Política

Além da emissora, a cidade também vai contar com um ato “Fora Temer” que está agendado para as 11h, entre a Rua Uruguaiana e a Avenida Presidente Vargas. Nessa manifestação está programado o grito “verdade, liberdade e independência”, além do povo solicitar uma nova eleição.

Outra manifestação no feriado

Em Brasília também terá uma manifestação, “Marcha Contra a Corrupção”, que acontecerá na Esplanada.

Quem está organizando é o Movimento Brasil Contra Corrupção, este pede a aprovação emergencial e sem que haja qualquer mudança no projeto das “dez medidas contra a corrupção”, este ainda está em discussão pela comissão especial que acontece na Câmara dos Deputados.

Provavelmente o  tradicional 7 de Setembro será marcado de protestos e manifestações contra o atual Governo.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo