O governo do presidente Michel Temer, encaminhou para o Congresso Nacional a proposta de orçamento para 2017, onde está previsto cortes de grande escala para os setores da reforma agrária e habitação popular.

O portal de notícias, G1, verificou esses cortes fazendo uma comparação com números do projeto de lei orçamentária encaminhada pela ex-presidente da República Dilma Rousseff no mês de agosto do ano passado, que servem como parâmetro para o orçamento de 2016.

Vale ressaltar que, o projeto orçamentário precisa ainda passar pelo Congresso Nacional para ser tornar válido.

Não foram somente a habitação e a reforma agrária que perderam recursos. Programas como: esporte, recursos hídricos, pesca e agricultura, dentre vários outros sofreram um grande impacto com as novas medidas do novo Governo.

A proposta do governo de Michel Temer não está focado somente em cortas recursos, mas também em aumentar repasses para 2017 que visam robustecer o SUS, assim como para a agropecuária sustentável.

Tal proposta de orçamento para o ano de 2017 foi criada com base no teto para gastos públicos, mesmo que o mecanismo não tenha passado ainda pela aprovação do Congresso Nacional. Caso a medida seja aprovada, todas despesas em um ano do governo terá que limitar-se ao índice da inflação do ano anterior. Sendo assim, o governo não poderá gastar no ano que vem (2017) mais do que 7,2%, já que esta é a estimativa para inflação deste ano de 2016.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo Michel Temer

Previsão para o programa Bolsa Família

O atual governo tem destinado um aumento de recursos para certas áreas, como por exemplo o Bolsa Família. Um aumento de R$ 990 milhões de reais está previsto na nova proposta de orçamento. Reajuste dos benefícios que foram anunciados pelo governo, impactando para cima, a quantidade de gastos.

Já em algum programas a previsão é de gastos mais altos (acima da inflação).

Um bom exemplo é o desenvolvimento da agricultura familiar, onde a previsão foi para R$ 9,72 bilhões em 2017, sendo que em 2016 era de R$ 7,49 bilhões, uma alta de 29,7%.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo