O aprofundamento das investigações da Polícia Federal, através da força-tarefa da maior operação de combate à Corrupção da história do Brasil; a Lava-Jato, continua desvendando toda a teia de corrupção que emergiu através de operações fraudulentas que minaram a Petrobras e desviaram bilhões de reais dos cofres públicos da maior estatal brasileira. Nesta segunda-feira (05), foi deflagrada a Operação Greenfield, sob âmbito da Lava-Jato, que apura supostos desvios implementados nos quatro maiores fundos de pensão do Brasil. 

Um dos principais alvos da operação, é o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, que encontra-se preso em Curitiba.

As investigações foram direcionadas a desvendar a corrupção nos fundos de pensão: Funcef (fundo de pensão dos funcionários da Caixa Econômica Federal), Petros (trabalhadores da Petrobras), Previ (Banco do Brasil) e Postalis (Correios). Além desses, também se tornou alvo, a empresa J&F. Esta última é proprietária de uma das maiores empresas de processamento de proteína animal no mundo, a JBSdos irmãos Joesley e Wesley Batista. Os responsáveis foram alvos de mandado de busca e apreensão e condução coercitiva. Wesley realizou seu depoimento durante esta manhã, porém, seu irmão, Joesley não foi levado, devido estar atualmente no exterior.

Amigo de Lula também foi preso

O empreiteiro Léo Pinheiro, dono da OAS, foi levado pela Polícia Federal para depoimento nesta operação realizada na data de hoje.

Os melhores vídeos do dia

Ele foi preso novamente pela Operação Lava-Jato, porém, não devido às apurações da Operação Greenfield, mas sim, em razão de obstrução dos trabalhos realizados pela CPI da Petrobras, que investigava os rombos bilionários que foram responsáveis por toda a "sangria" de recursos provenientes da maior estatal do País. Léo Pinheiro é amigo próximo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O principal objetivo da operação realizada nesta segunda-feira (05), é apurar a participação de integrantes da política nacional em desvios relacionados aos fundos de pensão, além de todo o mapeamento dos agentes políticos que foram beneficiados em todo o esquema desenvolvido de desvios de recursos públicos, atráves desses fundos. As empresas alvos da operação através de usas assessorias, negaram a participação em atos ilícitos e se colocaram à disposição das autoridades.