Nesta semana, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) deliberou pela improcedência do pedido protocolado pelo então vereador Paulo Fiorilo (PT), que pedia a impugnação da candidatura do prefeito eleito pela capital paulista, João Dória. A decisão foi concedida pelo juiz eleitoral Costa Wagner.

Entenda o ocorrido

Passível de recurso, à sentença foi originada de uma ação que questionou o prazo em que João Dória se afastou dos seus afazeres profissionais. Segundo a legislação constitucional, o candidato que concorrer ao pleito político deverá cumprir no mínimo o período de quatro meses antes do dia marcado para ocorrer à primeira votação (Eleições).

Segundo o vereador petista, Dória não obedeceu ao quesito.

Ao julgar, a Justiça Eleitoral entendeu que nos autos não há requisitos que fomentam o pedido de Fiorilo, até porque, não foi localizada nenhuma prova de que o empresário (Dória) tenha exercido outra atividade irregular ao processo eleitoral, senão, a de sócio em empresas de sua propriedade.

Conforme publicação da revista Veja, as empresas a qual o candidato é sócio não foram reconhecidas em quaisquer imposições que condicione a prática de "monopólio".

Ademais, não há critérios válidos para exigir a "desincompatibilização das funções ou cargos", ocupados pelo peessedebista, no período de até quatro meses que antecedem as eleições, conforme alegou o autor da matéria.

Na últimasexta-feira (7), João Dória foi ao encontro do prefeito atual de São Paulo, Fernando Haddad (PT) para, juntos, discutirem e acertarem "a transição de governos".Segundo Haddad, que tentou se reeleger mas foi derrotado por Dória nas urnas, tudo será feitocom transparência, quanto aos repasses das informações para a nova gestão.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Eleições PSDB

O petista também se prontificou em apresentar ao futuro prefeito e a sua equipe, todos os detalhes referentes à competência setorial da prefeitura de São Paulo. Segundo João Dória, "o encontro foi muito positivo". Ele disse ainda que discutiu com Haddad sobre todas as áreas que englobará a sua gestão, a partir de 2017.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo