Um vídeo que está circulando na internet mostra um idoso sendo violentamente agredido, “acusado” de ter votado no presidente eleito nos EUA, Donald Trump. O vídeo registrou o momento do ataque ao senhor de idade, no meio da rua e diante de muita gente. O fato aconteceu em Chicago, nos Estados Unidos da América, as informações são do Jornal "The Mirror".

As imagens mostram a sessão de agressão com chutes, socos e pontapés, a vítima tenta se defender, mas não consegue, por serem vários os agressores e insistirem nas agressões.

Na gravação, dá para ouvir uma jovem gritar ao fundo: “Você votou no Trump”. Muitos curiosos em volta pararam para filmar a ação, outros pareciam gostar de ver o que estava acontecendo, mas ninguém ajuda a vítima.

Nas imagens, dá para ver o momento em que o idoso consegue se levantar na intenção de se livrar dos agressores, neste momento, um objeto cai do bolso de sua calça, parece ser um celular, ele coloca no bolso novamente, e se dirige até um veículo que estava parado, como se quisesse entrar.

A vítima tenta retirar um homem que está dentro do carro e não consegue, outros homens voltam a agredir novamente o idoso, o objeto novamente cai de seu bolso, e um dos agressores rouba o pertence da vítima.

As agressões só param no momento em que um dos homens assume a direção do veículo, e, ao dar partida, o idoso, que tentava entrar no veículo pela porta traseira, acaba sendo arrastado e neste momento o vídeo se encerra.

Segundo o site de notícia do Jornal Extra, o idoso teria escapado após entrar em um veículo e fugir do local.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Polícia

Os agressores envolvidos no espancamento do idoso ainda não foram identificados.

O cenário político dos Estados Unidos está sendo envolvido num roteiro de muita violência no país. Nesta mesma semana, o produtor de cinema canadense Chris Ball, de 20 anos, foi agredido num bar em Santa Mônica, na Califórnia, por entusiastas de Trump, que, antes de baterem no rapaz, ainda insultaram-no com apelidos homofóbicos. O jovem foi agredido pelo grupo que quebrou uma garrafa em sua cabeça, ele chegou a desmaiar e, ao acordar, estava lavado de sangue.

Após acordar, o produtor de cinema foi socorrido, e uma foto sua todo sujo de sangue foi postada na web e o fato comentado por diversos jornais.

A vitória do republicano Donald Trump contrariou as pesquisas, que vinham apontando como favorita a candidata democrata Hilary Clinton.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo