O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki, notificou Renan Calheiros, presidente do Senado, a passar informações de extrema importância sobre o Comitê de Obras Irregulares, entre os anos 2011 e 2015. Tudo terá que ser explicado para a Polícia Federal (PF).

O ministro quer saber o nome dos parlamentares e funcionários que fizeram parte do Comitê. De acordo com algumas fontes, vários deputados e senadores apoiaram as obras irregulares em troca de propinas.

O responsável em fornecer esses fatos foi o empresárioRicardo Pessôa, sócio da UTC. O que está revoltando um pouco a Corte é a demora do Congresso em fornecer as informações para as investigações. Esse pedido da PF está ignorado pelo Congresso há mais de 11 meses.

Substituto

Há rumores de que o PMDB já busca um novo nome para substituir Renan Calheiros no Senado. A escolha não está sendo fácil, pois vários parlamentares que poderiam ocupar o cargo de Renan, que fica até fevereiro do ano que vem, estão envolvidos em Corrupção que foi disseminadapela Lava Jato.

Segundo algumas informações, o senador da Paraíba, Raimundo Lira, seria um nome mais bem aclamado, devido ele não ser réu emnenhum esquema fraudulento.

Investigações

O presidente do Senado sempre usou seu cargo para conseguir apoio e influências, salvando-o de vários problemas judiciais.

Renan Calheiro é "tipo" de político que sabe muita coisa e é por isso que Teori determinou que ele fale tudo que sabe para a Polícia Federal.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo Corrupção

Segundo a assessoria do presidente do Senado, ele nunca teve nenhuma vantagemde qualquer pessoa.

Porém, Renan é alvo de vários inquéritos. Só não é réu ainda porque o Supremo ainda não julgou a denúncia feita pelo procurador-geral da República Roberto Gurgel, em 2013.

Pela Operação Lava Jato, Renan foi acusado de receber propina no valor de R$ 90 milhões.

Um dos momentos mais difíceis para o peemedebista foi quando ele foi acusado de pagar pensão alimentícia para sua filha com dinheiro irregular, do lobista daempreiteira Mendes Júnior.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo