Nesta última terça (31), dona Marisa Letícia, mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, chegou a ter uma pequena melhora, o que causou grande entusiasmo no ex-presidente. Confiante numa possível recuperação e melhoras significativas, os médicos do hospital Sírio-Libanês, juntamente com o médico da família de Lula, Roberto kalil, decidiram tirar a sedação dela, para ver se ela reagiria bem. A melhora dela, causou uma grande emoção em Lula que falou: "Graças a Deus".

O médico Roberto Kalil resolveu retrucar o petista e disse: "Graças a mim e ao João de Deus". João de Deus é um médium famoso de Goiás que veio especialmente tentar a cura de dona Marisa.

Ele havia rezado no domingo e Lula participou de seu ritual em prol da cura de sua esposa.

As palavras ditas por Kalil podem causar raiva, principalmente nas pessoas religiosas. A impressão que se tem é que ele ignorou as forças de Deus na recuperação dela. Pode ser também que falou tudo sem pensar e se expressou mal. Diante da fala do médico, Lula não comentou nada, talvez achou melhor ignorar ou nem percebeu a profundidade das palavras de Kalil.

Doação de órgãos

Lula acompanhou todos os procedimentos na luta para tentar salvar dona Marisa e agradeceu todo o apoio recebido e as orações feitas. Nesta quinta-feira (02), o novo boletim médico divulgado informava que ela estava sem fluxo cerebral. A família inclusive já autorizou a doação dos órgãos de Marisa. Foram 10 dias de internação. Ela tinha 66 anos.

Os melhores vídeos do dia

Lava Jato

Dona Marisa era ré em ação penal da Operação Lava Jato, juntamente com Lula. De acordo com informações do Ministério Público, eles receberam propina da Odebrecht em contratos fraudulentos. Eles são acusados de lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Segundo o Ministério, o dinheiro irregular recebido por Lula foi usado para comprar um terreno, onde mais tarde seria construído o Instituto Lula e um apartamento em frente ao que Lula mora, em São Bernardo do Campo.

A defesa de Lula nega qualquer irregularidade e que Lula nunca foi proprietário do terreno em questão.