Uma mulher, aparentemente embriagada, teve um gesto ousado na madrugada desta sábado (1º) e tentou invadir a residência oficial do presidente da República, Michel Temer. Seguranças tiveram que realizar disparos de advertência para conter a invasora, que acabou imobilizada e detida no estacionamento da casa. Temer e família estavam no local. É a segunda vez em apenas três dias quem um dos palácios de Brasília é invadido.

A mulher - que ainda não teve sua identidade revelada – pulou uma cerca do Palácio do Jaburu, mas os seguranças detectaram sua presença e agiram rapidamente.

Após os disparos e a imobilização, a invasora foi conduzida para a Polícia Federal, onde foi interrogada e liberada após ser lavrado um termo circunstanciado.

Não foi informado pela assessoria da presidência se Michel Temer e sua família chegaram a ouvir a confusão ocorrida na garagem da residência.

Outra invasão

Na última quarta-feira (28), por volta das 19 horas, um menor, dirigindo um Chevrolet Zafira, chegou à portaria do Palácio do Alvorada como se fosse se identificar para entrar. Porém, quando um dos seguranças se aproximou, o jovem acelerou e fez um verdadeiro estrago, derrubando um portão, destruiu uma das portas da garagem, caminhou até o terceiro andar da residência oficial e só então foi detido dentro de uma das suítes, onde buscava se esconder.

Segundo informações da Polícia Civil, o invasor emitia respostas desconexas e posteriormente, foi descoberto que tem problemas psicológicos e havia pegado o carro escondido dos pais. O caso foi inicialmente tratado pela Polícia Federal, mas, após a constatação dos problemas que o jovem possuía, ele acabou sendo encaminhado para a Delegacia da Criança e do Adolescente. Ele também acabou liberado.

Em meio à tanta confusão, Temer viaja cedo

A semana do presidente Michel Temer foi de grandes emoções.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Corrupção Michel Temer

Após ser denunciado formalmente por crime de Corrupção passiva pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o presidente teve que se desdobrar para não permitir que aliados o abandonassem. Foi uma semana tensa, onde a única notícia boa, foi a soltura de seu ex-assessor e deputado federal, Rocha Loures. o homem da mala.

Neste sábado, poucas horas após a tentativa de invasão, Temer viajou cedo para São Paulo para se encontrar com seu advogado, Antônio Cláudio Mariz de Oliveira. A assessoria do presidente não soube informar onde será o encontro e se ele retornará ainda hoje para Brasília.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo