O juiz da Operação Lava Jato [VIDEO], Sérgio Moro, manifestou sua indignação e repúdio contra uma matéria feita pela jornalista Mônica Bergano, que foi publicada pelo canal de noticias ‘Folha de S. Paulo’. A matéria reproduzida pela jornalista teve como fonte das informações o advogado Rodrigo Tacla Duran, que prestou serviços a Odebrecht, mas ele não prestou depoimento e nem participou da delação premiada e viajou para Espanha. Foi feito um pedido de extradição contra o advogado, mas a Espanha negou alegando que Rodrigo Tacla Duran possui dupla nacionalidade.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Jair Bolsonaro

Na matéria estava escrito que o advogado afirmou que um dos amigos do Juiz Federal Sérgio Moro teria feito um acordo mais vantajoso por sua delação premiada.

Mas o Juiz Sérgio Moro negou tudo e disse que a jornalista Mônica Bergano escreveu sua matéria baseada apenas em uma fonte, que foi o relato de um acusado e que está foragido. Sérgio Moro chamou a matéria publicada pela ‘Folha de S. Paulo’ de irresponsável e que estava tentando denegrir sua imagem perante a sociedade. A matéria dizia ainda que o advogado Rodrigo Tacla Duran estaria acusando o amigo do Juiz Sérgio Moro de estar intervindo em acordo. A notícia foi publicada no último dia 27 de agosto de 2017 pelo Jornal ‘Folha de S. Paulo’.

Sérgio Moro presta esclarecimentos em nota pública

Em uma nota publicada por Sérgio Moro, estava escrito que Carlos Zucoloto Jr, é um advogado muito sério e extremamente competente na área em qual atua: a área trabalhista. A informação de que o advogado em questão teria negociado um acordo de delação premiada com o acusado e foragido Rodrigo Tacla Duran não é verdadeira.

Essa informação não chegou ao conhecimento de nenhum dos membros do Ministério Público Federal da Força Tarefa de Curitiba e nem a confirmação de que houve algum tipo de contado com o advogado Rodrigo Tacla Duran. Não existe nenhuma prova verdadeira passada pelo advogado Rodrigo e não foi recebido apoio de nenhuma outra fonte, para matéria.

Na nota, Moro [VIDEO] diz ainda que Rodrigo é acusado de ter cometido o crime de lavagem de dinheiro, e já foi decretada sua prisão preventiva, porém, com o intuito de fugir da ação, ele refugiou-se na Espanha. Em relação ao advogado Carlos Zucoloto Jr., Moro afirmou que ele é amigo de sua confiança, e que lamenta por ver o nome dele envolvido em tal questão, e sendo utilizado por um foragido da justiça. Ao final, Moro lamentou o fato da jornalista ter confiado em fontes duvidosas e ter publicado tal matéria que segundo ele é totalmente “irresponsável”.