A solicitação de afastamento do Ministro Gilmar Mendes [VIDEO] das investigações da Operação Ponto Final envolvendo os empresários Jacob Barata Filho e Lélis Teixeira foi feita pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, à Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, e não será atendida tão cedo. Os documentos com o pedido do Procurador chegou ao gabinete da presidente Cármen Lucia nesta última segunda-feira (21) e ainda está dentro da gaveta. Rodrigo Janot [VIDEO]já fez um pedido semelhante há poucos meses sobre um Habeas Corpus concedido a Eike Batista por gilmar mendes, e continua parado no gabinete de Cármen Lúcia desde o dia 26 de maio.

A assessoria do STF foi questionada pela imprensa de jornalismo de ‘O Globo’ sobre o andamento dos pedidos e quando seriam resolvidos. A resposta dada pela assessoria foi que as ações estão em andamento normal. Nos três pedidos feitos pelo procurador, ele argumenta que o Ministro Gilmar Mendes tem um tipo de ligação com os investigados e por isso não pôde atuar nos casos.

Todos do STF consideraram a atitude de Gilmar desconfortável ao conceder os Habeas Corpus aos empresários investigados na Operação Ponto Final, mas o pedido de Rodrigo Janot incomodou mais ainda o STF. No entanto, a presidente Cármen Lúcia não demonstrou pressa em dar prosseguimento ao caso.

No dia 8 de maio deste ano, o procurador Janot solicitou ao STF que impedisse Gilmar Mendes de liberar o Habeas Corpus para o empresário Eike Batista, alegando que a esposa do Ministro Gilmar Mendes trabalhava no escritório de advogados e que quem estava cuidando do caso era o advogado Sérgio Bermudes.

Sérgio negou e disse que o processo de Eike não estava na ação analisada por Gilmar Mendes. No mesmo dia em que chegou o pedido, já foi direto para a mesa de Cármen, que elaborou, e no dia 19 do mesmo mês, ela pediu para que o Ministro Gilmar Mendes se manifestasse. As informações do ministro foram entregues no dia 26, mas o caso está parado na mesa da presidente Cármen. É provável que Cármen Lucia vá fazer o pedido para o Ministro Gilmar Mendes se manifestar sobre o último pedido do procurador Janot.

Gilmar Mendes chama Rodrigo Janot de procurador despreparado

Segundo a redação do Jornal 'O Globo’, após ter sido enviados os documentos a Cármen Lúcia no mês de maio, Gilmar divulgou que o fato de sua esposa trabalhar no escritório do advogado que está defendendo Eike Batista não o impediria de atuar no processo envolvendo o mesmo, e disse também que Rodrigo Janot é um procurador despreparado.