Imagina a cena: Jair Bolsonaro e Inês Brasil em uma única foto. Pois é, isso aconteceu e "bugou" a internet. Tudo ocorreu neste domingo (27), no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, interior de São Paulo, dividindo opiniões.

Bolsonaro, pré-candidato à Presidência da República pelo PSC do Rio de Janeiro, foi quem teria feito o pedido de uma selfie com Inês Brasil. Tudo não passaria de uma foto comum, não fosse um detalhe. Jair é taxado por muitos como homofóbico e Inês é uma das maiores representantes do mundo gay no Brasil.

Jair Bolsonaro surpreende, ’prova' que não é homofóbico e tira foto com Inês Brasil

Os seguidores de ambas as partes criticaram a foto.

Para os de Inês, ela estava se rebaixando e dando votos para o homem que jura "endireitar" o Brasil. Para os de Bolsonaro, nomes como Brasil não o representam.

Curiosamente, horas antes, na festa do Peão de Boiadeiros, em Ribeirão Preto, no estado de São Paulo, o político chegou a fazer novas críticas à chamada ‘’cartilha gay’’, mas nega ser homofóbico. Talvez com a foto com a representante LGBT ele tenha, enfim, provado isso, ou não.

Após polêmica foto com Bolsonaro, Inês Brasil dá lição política: 'Sou a favor do amor'

É claro que ambos teriam que se explicar para os seus seguidores. Inês disse que a abordagem de Bolsonaro aconteceu através de um segurança e que ele pediu para tirar um foto com ela.

Em seguida, a cantora, que ficou famosa ao tentar entrar no Big Brother Brasil, deu uma bela lição de convívio a todos, surpreendendo até mesmo os fãs dela.

'Respondo com o amor', diz Inês Brasil após polêmica selfie ao lado de Bolsonaro

A cantora lembrou que não foi obrigada a fazer o registro e explicou como pensa em relação a esse tipo de comportamento, dando o que falar. ‘’Eu poderia ter dito não, mas eu sou a favor do amor e quando uns respondem com ódio, eu respondo com amor e sempre responderei’’, publicou Inês.

Veja abaixo a publicação de Inês Brasil sobre o encontro inusitado com o candidato, que é acusado de homofobia, em um famoso aeroporto brasileiro.

Lula diz que votos de Bolsonaro são frutos do analfabetismo político no Brasil

Quem também fez questão de criticar Jair Bolsonaro no final de semana foi o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores (PT). De acordo com ele, o fato do candidato de direita ter tantos votos seria fruto do que chamou de analfabetismo político no país. É bom lembrar que em vários países candidatos da direita, até mesmo os mais polêmicos, como Bolsonaro e Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, têm ganhado espaço.