O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está participando de um grande tour pelo Nordeste desde a última semana. Lula está fazendo seus conhecidos discursos por onde passa e faz questão de apontar o dedo para seus principais "inimigos": a imprensa, a elite brasileira e o governo de Michel Temer.

Durante os últimos meses, o alvo preferido do ex-presidente foi o juiz de primeira instância, Sérgio Moro. Porém, após sua condenação, parece que a estratégia de Lula mudou. Em outro momento, o petista teria aproveitado para falar poucas e boas sobre o juiz, mas, por exemplo, em discurso durante evento em Salvador, Lula o citou apenas uma vez e concluiu dizendo que preferia não falar sobre ele.

Publicidade

A imprensa é um dos alvos preferidos do ex-presidente, mais especificamente a Rede Globo. No sábado (19), em Feira de Santana, na Bahia, Lula afirmou que respeita muito os profissionais da mídia, mas não aqueles "desonestos". E ameaçou, dizendo que os meios de comunicação sabem que caso ele seja eleito presidente próximo ano "algumas coisas precisam acontecer".

Sobre o governo, Lula afirmou em um de seus discursos que a gestão atual está "destruindo tudo de bom que deixamos". E concluiu dizendo que não é possível governar comprando parlamentares e tirando direitos do povo.