O ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, é um dos pré-candidatos à presidência da República para as eleições de 2018, por isso que o petista vem viajando por todo o Brasil para conseguir a maior quantidade de votos para entrar na corrida presidencial com mais força do que nunca. Lula é o primeiro na maioria das pesquisas presidenciais efetuadas pelos meios de comunicação da imprensa. Algumas das vezes quem ameaça a vitória do petista é o deputado federal Jair Messias Bolsonaro.

O ex-presidente é muito querido no nordeste do país, tanto que a maioria do seu eleitorado vem desta parte da região. Isso se dá, em partes, pelo fato do petista ter nascido em Pernambuco, também porque uma das principais promessas que levou ao seu primeiro eleitorado foi a obra do Rio São Francisco, o qual abastece boa parte do nordeste brasileiro.

Humilhação?

O petista viajou ao nordeste, mais precisamente na Bahia, para participar do Festival da juventude de Cruz das Almas, onde se encontrou com diversos jovens que se denominam como "lulinhas" e afirmam apoiar o petista em quaisquer circunstâncias, e o ex-presidente aproveitou para fazer uma espécie de congresso e conversar sobre as eleições de 2018, porém, Lula acabou sendo julgado por uma foto que viralizou na internet, pois nela o ex-presidente aparece fazendo um movimento que os jovens costumam fazer e se denomina como "sarrada no ar". No entanto, muitos afirmaram que o petista estaria se humilhando para ganhar a popularidade dos mais jovens, público que a maior parte não apoia o petista.

Uma pesquisa [VIDEO] afirmou que a maioria dos jovens prefere Bolsonaro do que Lula, por isso que, se acontecesse uma eleição somente com o público de menos idade, o vencedor seria o deputado federal Jair Bolsonaro, que é rejeitado por muitos, mas tem o apoio da maioria da direita política no Brasil.

Quem serão os candidatos?

As eleições de 2018 prometem ser muito polêmicas, até porque será a primeira corrida presidencial que terá a maior variedade de ideais entre os candidatos representantes das legendas partidárias, sendo que os principais devem ser Lula, representando o PT, e Bolsonaro, provavelmente representando o PATRIOTAS, mas quem deve entrar na disputa também é a dona do partido REDE, a Marina Silva, e também Ciro Gomes, do PDT. Até agora, o prefeito de São Paulo [VIDEO] João Doria, do PSDB, não anunciou que pode ser candidato, mas muito especula-se, pelo fato do mesmo estar viajando o Brasil todo.