Paola Carosella entrou em uma polêmica política. A principal jurada do ‘’MasterChef Brasil’’, da TV Bandeirantes, [VIDEO] decidiu cutucar o juiz federal Sérgio Moro, mas o público não gostou muito do que ela disse. As cutucadas foram, em virtude, da Operação Lava Jato, considerada a principal investigação contra a corrupção no Brasil.

O motivo da briga entre as duas partes foi um discurso de Sérgio Moro e a opinião de Paola, que acredita haver um desequilíbrio nas investigações e no julgamento.

Paola Carosella detona juiz Sérgio Moro e se dá muito mal

A jurada, que conquistou muita gente no ‘’MasterChef Brasil’’, começou suas cutucadas compartilhando uma reportagem do jornal carioca ‘’O Globo’’, que trazia informações sobre a opinião do magistrado.

“Não se pode colocar apenas nos ombros da Justiça a responsabilidade de superar a corrupção”, dizia a frase entoada pelo juiz criticado pelo ex-presidente Luiz Lula da Silva (PT) no tweet de ‘’O Globo’’. Paola, então, disse que também não se pode punir apenas um lado e que isso atrapalharia e muito os rumos da investigação.

Público critica Paola Carosella por comentários contra Sérgio Moro

A revista Veja foi uma das publicações que compartilhou os comentários da famosa chef. Muita gente detonou a jurada do reality show culinário da Band por fazer esse tipo de comentário.

"Será que esta cozinheira de subúrbio não sabe que o juiz Sérgio Moro só pode julgar o que lhe cai nas mãos, ou seja, somente os corruptos que não têm foro privilegiado. Ultimamente, Janot [Rodrigo Janot, procurador-geral da República] e Fachin [Edson Fachin, ministro do Supremo Tribunal Federal, STF] estão direcionando os processos do maior ladrão que o Brasil, já teve ou terá, para outras instâncias, porque sabem que o juiz Moro pratica a justiça e não protege criminoso.

Outra coisa: o que é que esta argentina horrorosa tem que dar dando palpite sobre assuntos internos do Brasil?", chegou a dizer um dos internautas nos comentários.

Paola Carosella usa mesmo discurso de Lula e do PT para fazer críticas ao juiz federal Sérgio Moro

Muita gente pediu para que Paola desse "nome aos bois" e revelasse quem não estaria sendo punido pelo juiz famoso. Ela preferiu, dessa vez, ficar na dela e não respondeu aos seguidores.

Não é a primeira vez que a argentina Carosella se mete em confusões políticas. No ano passado, por exemplo, a jurada acabou criticando a candidatura de João Doria, do PSDB, à Prefeitura de São Paulo. Em 2015, ela chegou a cozinhar em uma escola de São Paulo e defendeu as ocupações que eram feitas por estudantes e que a Justiça julgava ilegais.