3

Para o senhor Antonio Carlos de Almeida Castro, mais conhecido por 'Kakay' (o criminalista mais famoso do Brasil), o ex-presidente Lula será absolvido [VIDEO] da acusação imposta pelo juiz Sérgio Moro, lembrando que Lula foi condenado por Moro a 9 anos e seis meses de prisão.

Moro alega que Lula se beneficiou do esquema de corrupção na Petrobras, no entanto o criminalista afirma que não há provas no processo julgado por Moro de que Lula se beneficiou desse esquema. Essa declaração ocorreu durante o debate sobre garantias individuais e combate à corrupção, no 6º Simpósio de Direito Empresarial da Aliança de Advocacia Empresarial (ALAE), ocorrido em São Paulo, no dia 3 de agosto.

Kakay relata que Moro, quando julgou o desembargo, afirmou que, em nenhum momento teria dito que o pagamento daquele montante, que entendeu ser corrupção, dizia respeito à Petrobras. Com isso, ele declarou que não é competente. O processo tem que ser anulado. Este argumento, entre outros, é praticamente o mesmo apresentado pela equipe de advogados, que defendem o ex-presidente Lula.

Quem é Antonio Carlos de Almeida Castro 'Kakay'

Nascido em setembro de 1957, em Patos de Minas - MG, Antonio Carlos de Almeida Castro - o 'Kakay' está entre os 15 advogados mais poderosos do Brasil (segundo lista do site: 'globo.com'), sendo o criminalista mais requisitado, principalmente pelos políticos de Brasília.

Kakay conta que sempre quis "viver do crime", mas sendo o caso interessante, ele aceita advogar em outras áreas do direito.

Seu trabalho não é direcionado somente ao mundo político, ele também é conhecido por defender várias celebridades, como por exemplo, a atriz global Carolina Dieckmann.

Kakay põe a Lava Jato no banco dos réus

Andamento do processo de acusação contra Lula

Quanto ao andamento do processo de acusação ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, agora caberá ao TRF- 4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região, com sede em Porto Alegre - RS), julgar o recurso de apelação criminal da defesa, porém, especialistas acreditam que esse processo poderá levar mais de um ano, para ser julgado. Assim sendo teremos que aguardar e ficar na torcida para que seja feita a tão esperada justiça, nesse caso, pois, enquanto não se tem uma definição sobre esse processo, o ex-presidente Lula poderá concorrer normalmente e quem sabe, conforme as últimas pesquisas, ampliar ainda mais o seu favoritismo.