O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a criticar os responsáveis pelas investigações da Operação Lava Jato. Em uma de suas passagens com sua caravana pelo município de Currais Novos, no estado do Rio Grande do Norte, Lula revelou, sem citar nomes, os culpados pela morte de sua esposa Marisa Letícia Lula da Silva.

Lula afirmou, em uma entrevista dada a rádio 95.1 FM da cidade, que foram os “meninos da Lava Jato [VIDEO]”, os principais responsáveis pela morte de sua mulher, que faleceu no início deste ano.

Segundo o ex-presidente Lula [VIDEO], sua esposa se dedicou a vida inteira para dar bons exemplos como mãe de família ao invés de fazer política.

Ele disse que ela sempre foi uma pessoa solidária, e, de repente, sem nenhum motivo, e de forma mais cruel possível, foi acusada de corrupção.

A ex-primeira-dama faleceu no mês de fevereiro após ter sofrido um AVC. Ela ainda ficou internada por alguns dias em São Paulo, no Hospital Sírio Libanês, mas, depois de alguns exames, os médicos confirmaram sua morte. Na época, ela era ré em uma ação penal, junto com o ex-presidente. Os crimes pelos quais eles estavam respondendo eram de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, através de contratos feitos com a Petrobras e a construtora Odebrecht. As acusações contra Maria Letícia foram feitas pelo Juiz Sérgio Moro neste ano, no mês de março. A defesa de Marisa fez um pedido de requerimento à Justiça Federal do Paraná para que a ex-primeira-dama fosse absolvida sumariamente por conta de sua morte.

Mas, Sérgio Moro a livrou apenas de extinção de punibilidade. Sendo assim, ela ainda não foi inocentada nem declarada culpada pelos crimes as quais foram acusados á ela.

Lula evitar falar de Moro, mas faz duras críticas a Lava Jato

O ex-presidente tem evitado em seus discursos falar do Juiz Sérgio Moro, porém ele tem feito duras críticas direcionadas a ‘Operação Lava Jato’. Sua caravana pelo Nordeste teve início no mês de agosto no dia 17. Em um de seus discursos feito no último sábado, Lula chamou os integrantes responsáveis pela Operação Lava jato de ‘Canalhas’.

Segundo o ex-presidente, ele já tem vinte horas de gravações falando de suas acusações no ‘Jornal Nacional’, várias capas de revista, centenas de jornais falando ao seu respeito, mas que nenhum “canalha” dos investigadores da Lava Jato tem coragem de apontar um erro em sua vida.

Lula é réu em seis processos, e já foi condenado em primeira instância, sendo que um deles é por parte das investigações da Lava Jato, em que ele é acusado de receber como propina um apartamento tríplex localizado no Guarujá.