Na noite da última sexta-feira (18), Michel Temer convocou o senador Aécio Neves [VIDEO] (PSDB-MG) para uma reunião no Palácio do Jaburu, sua residência oficial. No decorrer do fim de semana, a informação que circulava era a de que se tratou de uma tentativa de esvaziar a força do senador Tasso Jereissatti (PSDB-CE), atual presidente do PSDB, dentro do partido.

Não é segredo para ninguém que o PSDB está rachado. O cenário interno no ninho tucano piorou ainda mais após a delação da JBS e o afastamento de Aécio Neves da presidência nacional do partido.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal PSDB

Antes, a única força que podia se medir dentro da legenda com Neves era o PSDB de São Paulo [VIDEO], mas agora, cada vez mais, o partido se deteriora de dentro para fora.

No último domingo (20), tanto Michel Temer como Aécio Neves acharam necessário se justificar após o encontro.

Enquanto o peemedebista afirmou no Twitter que não se envolve em decisões internas de outros partidos, o tucano disse em nota que as questões internas do partido são resolvidas sem a interferência do Planalto.

O racha no ninho tucano pode ser visto na nota do diretório municipal do PSDB em São Paulo, que criticou o encontro entre Aécio Neves e Michel Temer. A nota foi assinada pelo presidente do diretório, o vereador Mario Covas Neto.