Mesmo tudo indicando o contrário por conta dos recentes escândalos e delações envolvendo o ex-presidente Lula (PT), recente pesquisa publicada em jornal de grande circulação no país aponta que se caso as eleições presidenciais do Brasil fossem hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) [VIDEO] venceria.

Mesmo após as denúncias que envolvem propina em espécie, em imóveis em troca de vantagens nos seus governos e respectivamente de sua sucessora Dilma Rousseff [VIDEO] (PT), o líder e maior símbolo da esquerda nacional continua surpreendentemente forte em todos os cenários testados pela recente pesquisa.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Jair Bolsonaro

A pesquisa foi feita pela CNT/MDA e publicada pela CNT - Confederação Nacional dos Transportes na data de hoje, 19/09.

O Brasil dos extremos e a polarização nas intenções de voto no cenário político nacional

Essa pesquisa aponta um dado curioso que ilustra o cenário político nacional, pois aponta em segundo lugar o maior representante atual da extrema direita, Lula [VIDEO] vem seguido do pré candidato Jair Messias Bolsonaro (PSC-RJ).

Bolsonaro aparece com 10,9% e se caso as eleições fossem hoje e Lula estivesse na disputa teria 20,2% das intenções de votos, ambos subiram nas intenções desde fevereiro de 6,5 % e 16,5% respectivamente para os valores divulgados hoje. Conforme dados apurados pela pesquisa da CNT, as eleições presidenciais teriam segundo turno.

Outro que vem em uma crescente segundo a pesquisa, é o prefeito de São Paulo, João Dória (PSDB), que em fevereiro acumulava 0,3% nas intenções de votos e no dia 19.09 foi apurado o valor de 2,4% caso o tucano estivesse na disputa presidencial.

Curiosamente após a contundente denúncia de seu ex-correligionário Antonio Palocci (PT) em busca de um acordo de delação premiada na Operação Lava Jato, e seu próprio depoimento ao Juiz Federal Sérgio Moro dez dias depois, Lula continuou forte nas intenções de voto conforme mostra a pesquisa da CNT.

Outro dado a ser levado em conta é que o terceiro nas intenções de voto, o tucano João Dória aparece à frente de políticos mais experientes e com trajetória na militância política e vida pública tais como Marina Silva (rede) e o atual Governador do estado de São Paulo Geraldo Alckmin da mesma legenda de Dória e seu padrinho político.

Em outras hipóteses criadas pela pesquisa onde na consulta estimulada os possíveis nomes de candidatos são colocados pelo interlocutor ao entrevistado e no segundo caso, onde o candidato na disputa seria Geraldo Alckmin, Lula vence.