Faz pouquíssimo tempo que a CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) da JBS foi instaurada, mas ela já começa a preocupar muitas pessoas. Segundo a Revista Veja, os senadores e deputados já sugeriram mais de 100 nomes que deverão ser ouvidos ao longo das investigações. Cabe dizer que a criação da comissão deu-se na última terça-feira (5).

Ticiana Villas Boas, apresentadora de TV cuja última passagem foi pelo SBT - e também esposa de Joesley Batista -, está na mira da investigação.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Governo

Também foram mencionados na comissão os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva [VIDEO] e Dima Rousseff, o próprio Joesley Batista, seu irmão Wesley, os ex-ministros da Fazenda Antonio Palocci e Guido Mantega, os ex-presidentes do BNDES nas gestões do PT, Luciano Coutinho e Demian Fiocca, o atual ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o doleiro Lúcio Funaro, o coronel aposentado, João Baptista Lima Filho, e o ex-deputado federal, Rodrigo Rocha Loures.

Este dois últimos, vale destacar, eram assessores especiais do presidente Michel Temer.

Os exatos 101 nomes ainda são considerados apenas sugestões dos parlamentares, uma vez que ainda precisam passar por aprovação da CPMI. Porém, especula-se que a aprovação da lista seja certeira. As convocações vão além de audição de depoimentos, já que também englobam a apresentação espontânea e busca por documentos, cópias de inquéritos, informações relevantes sobre transações comerciais que sejam alvo da investigação, contratos e empréstimos feitos pelo grupo JBS, dentre outros.

Ticiana Villas Boas afastada da TV

Logo que o escândalo da JBS tomou grandes proporções na mídia, Ticiana Villas Boas [VIDEO] solicitou afastamento de suas atividades na emissora de Silvio Santos.

Em 24 de maio de 2017, através de sua página oficial, Ticiana publicou uma despedida bem explicativa.

Em nota, informou aos fãs que decidiu se afastar da TV por um tempo, para que pudesse se dedicar inteiramente à sua família neste período, bem como cuidar de sua própria. Explicitou que ao longo dos 16 anos de carreira nunca se afastou de suas atividades, lutando com todas as forças pela sua profissão. A jornalista se afastou da terceira temporada de Bake Off Brasil e, na época, desejou sorte aos companheiros de trabalho. As apresentações prosseguiram sob o comando de Carol Fiorentina, chef confeiteira e ex-jurada que substituiu Ticiana Villas Boas. Finalizando a nota, agradeceu a compreensão do SBT e pediu que todos a entendessem e torcessem por ela.