O prefeito João Doria (PSDB-SP) quer que Netflix, Spotify e todas as outras plataformas de transmissão de músicas, filmes e séries paguem imposto para a Prefeitura de São Paulo, já a partir de 2018. O projeto foi enviado a Câmara Municipal e revoltou milhares de pessoas nas redes sociais, inclusive eleitores do tucano.

O projeto de Doria prevê que seja cobrada uma taxa de 1,09% para empresas como a Netflix e as demais que oferecem serviços de streaming na cidade de São Paulo. Esse projeto prevê ainda que se cobre impostos também de serviços oferecidos por aplicativos.

O próprio secretário da Fazenda da cidade de São Paulo, Caio Megale, afirmou que é possível que as mensalidades do Netflix e outras subam por causa do imposto.

Como várias plataformas e até aplicativos podem ser taxados, o peso no bolso dos paulistanos será alto, pois eles terão que pagar um pouco a mais em cada um dos serviços utilizados, o que, somados, gerarão um aumento considerável.

Doria acredita que seu projeto poderá arrecadar R$ 35 milhões já no primeiro ano de implementação. Se aprovado, passará a valer a partir de 1º de janeiro de 2018.

Doria afirma que a culpa não é dele, mas não convence

Em um vídeo postado na internet, Doria [VIDEO] justificou o novo imposto, dizendo que não foi ele quem o criou e que está apenas cumprindo a lei, e que se não fizesse, estaria cometendo ato de improbidade administrativa à luz da Lei de Responsabilidade Fiscal. Entretanto, pelo menos até esta data, os prefeitos de grandes capitais não criaram o tal imposto, deixando uma grande dúvida não respondida João Doria em seu vídeo: se esses prefeitos não criaram ainda, por que ele tem que se adiantar aos demais? Vários internautas desdenharam da explicação do prefeito.

Paulistanos revoltados

Quem já tomou conhecimento da ideia do prefeito João Doria não consegue esconder a revolta através dos portais de notícias e das redes sociais. “Esse prefeito já zerou a fila das creches? (...) E a "Cidade Linda"? pois na periferia onde moro isso não existe, será que hoje ele está na cidade ou está viajando? Ao invés de se preocupar em resolver os problemas da cidade, fica inventando taxas e viajando” afirmou um internauta. “Quem votou no Doria deveria pagar a mais sozinho”, reclamou [VIDEO] outro. “Votei nele e estou ficando cada dia mais decepcionada. Parecia ser algo novo na política, mas na prática está mostrando o contrário”, se lamentou uma internauta.

Além dos comentários, muitas ofensas e palavras de baixo calão foram postadas nos portais de notícias e nas redes sociais.