A prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima - do governo de Michel Temer (PMDB) - virou notícia em todos os telejornais nacionais do Brasil, mas em nenhum ganhou um tom como no 'Brasil Urgente' [VIDEO]. datena mostrou Geddel chorando na cadeia e decidiu imitá-lo, em tom de ironia.

Entre o fingir das lágrimas e os risos, o comunicador chamou o ex-braço direito do presidente da República de ladrão, safado e até sem vergonha. "Está sem dinheiro, coitadinho", disse Datena.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Famosos

Datena humilha Geddel Vieira após ouvir confissão que ele é ladrão

A prisão de Geddel ocorreu na manhã desta sexta-feira (8) e foi dada pela maioria dos telejornais do país.

Dias antes, em um apartamento vinculado a ele, que foi chamado de bunker, mais de R$ 51 milhões de reais foram encontrados pela polícia federal. As digitais do político estavam no local e ele foi preso.

Na cadeia, Geddel foi às lágrimas, disse que queria se desculpar com o Brasil fazendo o seu melhor como político, mas que não deu. Datena não perdoou e humilhou o corrupto na frente de milhões de telespectadores.

'Coitadinho, está tão podre', diz Datena ao ironizar choro de Geddel em prisão

"Coitadinho, eu estou comovido, comovido com o choro do Geddel. Eu acho que ele estava chorando porque não podia pegar dinheiro nenhum", afirmou o apresentador da TV Bandeirantes, que, em seguida, ainda xingou o político de vigarista. A apreensão da fortuna na casa de Geddel foi capa de sites e jornais.

O volume inacreditável de dinheiro espantou repórteres e a sociedade.

Geddel responde a várias acusações, como ter se beneficiado de propina enquanto era um dos chefes do governo. Ele teria recebido dinheiro de corrupção em negociatas que envolveriam a Caixa Federal, bando público brasileiro.

Veja abaixo o vídeo que mostra Datena fingindo que está chorando bastante, que nem Geddel, preso por roubar o Brasil.

Palocci diz que Lula é o chefe da quadrilha que roubou o Brasil e que recebeu R$ 300 milhões em propina

Além da prisão de Geddel, essa semana o mundo político teve uma outra notícia bomba. O ex-braço direito do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Antonio Palocci, deu um depoimento ao juiz federal Sérgio Moro. Nele, ele contou tudo o que Lula teria feito.

Segundo Palocci, o ex-presidente recebeu cerca de R$ 300 milhões em benefícios irregulares da empreiteira Odebrechet. Lula, por meio de nota, negou a roubalheira, mas, segundo fontes, ele estaria indignado por Palocci contar tudo.