O general da brigada, Paulo Chagas, publicou nesta sexta-feira (29), uma nota de repúdio destacando que a Constituição Brasileira foi "abandidada".

De acordo com ele, a Constituição Federal promulgada depois do Regime Militar, transformou o país numa verdadeira bagunça e acabou favorecendo a impunidade.

Em sua postagem, o general também falou da polêmica que envolveu o MAM (Museu de Arte Moderna), onde um homem nu deitado é apreciado por várias pessoas e tudo isso, na visão dos aculturados, é uma "expressão artística", ressalta Chagas.

O general criticou os impostos que o povo paga e que são usados para financiar exposição pública de um nudista. Revoltado, ele ainda afirmou que não se conforma de uma mãe levar a sua filha de quatro anos para tocar no corpo desse ator, sem se preocupar com o risco de que, numa outra situação, a criança possa vir a deixar-se tocar por uma outra pessoa.

O prefeito de São Paulo, João Doria, também fez duras críticas ao Museu em sua página do Facebook. De acordo com o prefeito, a arte é uma manifestação muito ampla, mas deve sempre ter limites.

Críticas ao STF

O general criticou o fato do Supremo Tribunal Federal (STF) enviar de volta ao Rio de Janeiro vários criminosos, inclusive líderes de facções que matam sem dó e aterrorizam as pessoas. Sem contar no tráfico de drogas que anula o futuro dos jovens vítimas desses traficantes.

Segundo Paulo Chagas, a população está desamparada e é obrigada a ouvir mentiras de hipócritas que falam da paz e não fazem nada pelo bem do povo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Governo

O general gostaria que a população estivesse armada para se defender dos bandidos.

Conforme a publicação feita, Chagas falou que uma das piores coisas que acontecem e que é de grande importância é o abandidamento da política e da Justiça. Com uma forte declaração, o general fala que o Congresso Nacional está cheio de "bandidos" e que eles são protegidos por "amigos" empossados na Suprema Corte.

O general acredita que os brasileiros conseguirão mudar esse equívoco.

Pergunta de um cidadão

Um cidadão atento à postagem do general, perguntou quem então iria resolver os problemas do povo brasileiro.

O general disse que a resposta é bem simples. Os responsáveis em resolver essas graves circunstâncias vividas na política são os membros das instituições na qual o povo tem grande confiança: os militares. Eles têm a aprovação de 80% dos brasileiros e isso acontece todos os anos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo