A jurista Janaína Paschoal ficou nacionalmente conhecida depois que ela participou diretamente como uma das autoras do impeachment da então presidente Dilma Rousseff que acabou sendo cassada. A jurista usou suas redes sociais para revelar que está sendo ameaçada de morte e pede ajuda urgente. Um homem que se identifica como Ricardo Wagner Arouxa vem constantemente usando de fortes de ameaças contra a jurista e toda a sua família. As ameaças estão cada dia abalando mais Janaína e seus familiares e ela pede apoio para tentar descobrir que é o responsável pelas mesmas.

O nome usado nas mensagens para aterrorizar a advogada já apareceu em outras ameaças parecidas com o que Janaína vem passando, existe inclusive um site para denunciar este indivíduo que se autodenomina Ricardo Wagner Arouxa.

Fato é que ninguém sabe de fato quem seria Ricardo e isso tem incomodado a jurista que pede medidas urgentes de proteção a ela e seus familiares.

O escritor Anderson França já passou por ameaças similares com mensagens vindas com o mesmo nome que a advogada vem passando, embora o nome de Arouxa esteja ligado a alguns crimes cibernéticos como pedofilia e racismo, ainda não se tem a identidade do criminoso revelada.

A jurista está completamente abalada com tudo isso e usou suas redes sociais para pedir para que alguém possa ajudá-la a encontrar esse criminoso, para que assim não só ela mas toda a sua família possam ficar em paz e viver tranquilamente. A única 'pista' que Janaína deu às autoridades foi que as ameaças começaram logo após ela denunciar algumas irregularidades no concurso para professores titulares da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

Conteúdo na carta do ameaçador

Na carta enviada a Janaína Paschoal, [VIDEO] Ricardo Wagner Arouxa usa as seguintes palavras para ofender a jurista: "Você não ama nem um pouco os seus filhos, Janaína". Arouxa tenta extorquir a jurista, dizendo que se ela não pagar a exata quantia de R$ 20 mil, ele não se responsabilizaria pelos filhos dela, Urbano e Olavo, e ainda avisa que alguém pagará a conta nem que sejam os filhos. No fim da carta, Arouxa disse que não adianta em nada que a advogada saia do Brasil, pois se isso acontecer ele irá atrás da irmã dela.

Desespero total de Janaína

A jurista postou nas suas redes sociais todas as ameaças e disse estar muito abalada, principalmente por usarem os nomes dos seus filhos e da sua irmã nas ameaças. Janaína lembrou que nem durante o árduo processo do impeachment da ex-presidente Dilma as coisas foram tão violentas como agora. Segundo ela, a pessoa que mandou a carta conhece toda a sua rotina e de sua família.