2

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é alvo de investigações da Lava Jato. Na última segunda-feira (25) os advogados responsáveis por fazer a defesa de Lula, entregaram para a justiça recibos referentes ao pagamento de aluguel de um apartamento localizado em São Paulo, mais precisamente em São Bernardo do Campo. De acordo com a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal os pagamentos fazem parte da propina que a Odebrecht pagava a Lula. Ainda de acordo com informações do MPF (Ministério Público Federal) essa vantagem indevida pode ter ligação com pelo menos oito contratos entre a Petrobras e a construtora.

No total 26 recibos foram entregues pelos advogados de Lula e estão datados entre o mês de agosto de 2011 a dezembro de 2015.

Lula é réu por lavagem de dinheiro e corrupção. Os recibos foram anexados no processo da operação Lava Jato. Lula também é acusado de ter recebido um terreno para o Instituto Lula como parte de propina vinda da Odebrecht. Vale ressaltar que o Instituto Lula nunca fez a devida ocupação deste terreno.

Quem assina os recibos de aluguel é Glaucos da Costa Marques. Glaucos também é réu no processo. Durante seu depoimento ele afirmou que não teria recebido qualquer tipo de pagamento entre o mês de fevereiro do ano de 2011 e novembro de 2015.

Marisa, falecida esposa de Lula, seria a responsável pela locação do imóvel

Os comprovantes entregues pela defesa de Luiz Inácio [VIDEO] apresentam como pagante sua falecida esposa Marisa Letícia. Em um contrato de aluguel anexado ao processo é Marisa que aparece como responsável pela locação do imóvel.

A ex-primeira dama faleceu no início deste ano.

Em 13 de setembro, quando o juiz Sergio Moro interrogou o petista, ele afirmou que em momento algum a defesa teria apresentado tais recibos. Quando Lula foi questionado, ele respondeu que deve existir recibo, porém, não informou se por acaso sua defesa já teria apresentado tais comprovantes.

Foi o juiz Moro [VIDEO] que recomendou a Lula que esses comprovantes deveriam ser anexados ao processo. Foi nesse momento em que o advogado Cristiano Zanin Martins respondeu a Moro afirmando que quem deveria fazer a prova da culpa seria a acusação e a defesa seria responsável por fazer a prova da inocência.

Nesta última segunda-feira os advogados de Lula afirmaram que a "Força Tarefa da Lava Jato" elegeu de forma artificial a relação entre Marisa Letícia como locatária do imóvel e Glaucos como locatário.

O assunto acabou causando um grande burburinho nas redes sociais e muitos internautas comentaram que acreditam na inocência do ex-presidente. Entretanto, outros internautas acreditam que o ex-presidente Lula é culpado de todas as acusações.