Se em setembro de 2017 Lula e Palocci trocam acusações e farpas diante do juiz federal Sérgio Moro e da mídia, em 2005 a história era completamente diferente. No terceiro ano do líder petista como chefe do Executivo, Antônio Palocci era o ministro da Fazenda e tinha muita moral perante o alto escalão do governo.

Torcedor do Corinthians, Lula nunca deixou de acompanhar futebol mesmo na atribulada agenda presidencial. E, certa feita, em 2005, usou o esporte para defender a continuidade de Palocci [VIDEO] no ministério.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Lula

Na ocasião, comparou o seu ministro com Ronaldinho Gaúcho.

"Olha, por que eu devo tirar o Palocci do governo? Por que mexeria? Seria o mesmo que o Barcelona tirar o Ronaldinho do time.

Ele não pode errar? Palocci é uma pessoa com competência bem acima da média", salientou Lula na oportunidade.

Em 2005, Ronaldinho Gaúcho vivia o auge da carreira no Barcelona e na seleção brasileira, tendo sido o melhor do mundo na temporada. Atualmente, o craque está aposentado dos gramados e viaja o mundo fazendo eventos e exibições. Palocci, por sua vez, está preso desde setembro do ano passado pela Operação Lava-Jato. Já Lula foi condenado pela mesma operação e ainda luta para poder ser candidato em 2018.