Muitas dúvidas pairam sobre o cenário eleitoral brasileiro para a disputa das eleições presidenciais do ano que vem. Afinal de contas, quem serão os candidatos que vão disputar o pleito?

O especialista em mercado financeiro Rodolfo Amstalden, da Empiricus, gravou um vídeo falando sobre o assunto e foi taxativo ao afirmar que o mercado não considera Lula como candidato nas eleições de 2018 [VIDEO].

“Assim, sempre que você olhar para um jornal falando sobre o que o mercado pensa, o mínimo que você pode fazer é desconfiar. O jornal não sabe o que o mercado pensa”, afirma Amstalden.

“O mercado não considera a hipótese do Lula na eleição mais, tá.

Isso explica porque a gente atingiu o recorde nominal do Ibovespa. O Lula está fora da eleição”, enfatizou o analista.

Para ele, a questão agora é quem está dentro das eleições. “E se você pensar em todas as hipóteses sobre quem pode estar dentro dessa corrida, das melhores às piores, você vai perceber que a bolsa tende a ir muito mais longe do que ela está agora”, analisou.

Segundo Amstalden, os leitores têm que parar de ler as manchetes do jornal falando sobre o ex-presidente Lula como candidato e pensar quem serão os candidatos de verdade. “O mercado não está mais nem aí para o Lula”, finalizou.

Lula fora

O ex-presidente Lula é o pré-candidato do Partido dos Trabalhadores (PT) nas eleições do ano que vem. Mas a candidatura, de fato, corre risco de se concretizar. O homem forte do PT foi condenado a nove anos e seis meses de prisão no caso do tríplex do Guarujá e, caso a condenação seja ratificada em segunda instância, ele ficará inelegível.

Os melhores vídeos do dia

Para muitos, é só questão de tempo a inelegibilidade de Lula. Para outros, o petista deve escapar e conseguir concorrer nas eleições de 2018. O PT, porém, trabalha com a hipótese de Lula não poder disputar o pleito.

Há correntes dentro do partido que defendem que o PT não lance candidatura e abandone as eleições de 2018, para todos os cargos, caso o comandante máximo do partido não possa concorrer.

As pesquisas de intenção de votos realizadas até o momento apontam o petista como o nome mais forte na disputa para as eleições presidenciais. Lula lidera todas as pesquisas realizadas até o momento, por institutos como Datafolha, Paraná Pesquisas, CNT/DMA e Ibope.

Caso não possa concorrer, o discurso de Lula e do PT já está montado: serão as vítimas do sistema judiciário. Caso concorra, Lula corre o risco de perder nas urnas.