Passado um ano do impeachment, após várias denúncias, inocência atestada pelo TCU Dilma Rousseff (PT) ressurge no cenário político como alternativa de representatividade da esquerda no cenário político nacional.

A alta cúpula [VIDEO] do Partido dos Trabalhadores solicitou que a ex-presidente dispute uma das duas vagas disponíveis no Senado, para isso Dilma terá que alterar a sua residência eleitoral para o estado de Minas Gerais (hoje em dia o domicílio eleitoral de Dilma fica no Rio Grande do Sul).

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Eleições

Para que sua candidatura seja validada, essa mudança tem que ocorrer até o dia sete de outubro de dois mil e dezessete por conta do calendário eleitoral. [VIDEO]

Os argumentos do PT para que se justifique a mudança de Dilma

Dentre as razões apontadas pelo PT para que Dilma concorra a vaga no Senado em M.G, está na vitória da ex-presidente sob o tucano Aécio Neves (PSDB-MG) nas eleições presidenciais [VIDEO] de 2014.

Aécio é Senador em M.G e ainda não decidiu se concorrerá a reeleição em 2018.

Embora Dilma ainda resista em mudar seu domicílio eleitoral, sua mudança para Minas Gerais é endossada por militantes gaúchos e mineiros e confirmada pela executiva do PT.

A sensação de ‘golpe’ sofrido pelo atual presidente da república Michel Temer (PMDB), reforça ainda mais a vontade dos militantes petistas quanto a essa disputa eleitoral.

Dilma não tem uma aprovação consolidada em seu estado, o Rio Grande do Sul, e ainda por cima teria que compor uma chapa com o atual Senador pelo estado Paulo Paim (PT), nome que tem boa possibilidade de reeleição no estado.

Alianças e suas vantagens

Por outro lado, no estado de Minas Gerais vários fatores favorecem a ex-presidente Dilma,em primeiro lugar o fato de ter superado o Senador Aécio Neves em 550 mil votos nas Eleições presidenciais em 2014, o apoio do atual governador do estado, Fernando Pimentel (PT-MG) possível candidato a reeleição será um forte argumento para convencer Dilma e o terceiro fator não menos importante é a vontade de mudança do eleitorado mineiro ressaltada pelo deputado estadual Rogério Correia(PT MG).

O Deputado Rogério Correia, além de ressaltar a vontade de mudança do eleitorado mineiro afirmou que seria uma honra ter Dilma como candidata pelo estado pois em Minas Gerais o PT nunca elegeu um Senador da República.

Dilma é mineira de nascimento, morou em na capital Belo Horizonte até a sua juventude quando teve partiu para Porto Alegre após sofrer perseguição da ditadura militar. Na capital gaúcha Dilma fez carreira política, foi secretária no governo estadual e na prefeitura porto alegrense porém nunca concorreu a um cargo eletivo no estado.

Hipótese descartada

Em dado momento, foi cogitada a mudança do domicílio eleitoral da ex-presidente para o Rio de Janeiro pois sua mãe tem residência no estado, porém no estado, o Senador do PT Lindbergh Farias ainda não decidiu se concorrerá a reeleição no estado.

Cida de Jesus, a presidente do Diretório Estadual Mineiro do PT disse que a legenda já convocou uma reunião com Dilma Rousseff para oficializar o convite à disputa por uma vaga no Senado pelo estado mineiro nas eleições de 2018.

Cida tem certeza que Dilma tem chances de ganhar a eleição e concluiu dizendo que o eleitor mineiro tem muito carinho pela ex-presidente.