Anúncio
Anúncio

A Filha do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Danielle Dytz da Cunha Doctorovich, também é investigada no caso de Eduardo Cunha. Desde o princípio, a medida tomada por Moro foi retirar todos os passaportes dos familiares de Cunha, para que não houvesse nenhuma tentativa de fuga, até porque isso é uma medida tomada em qualquer investigação de âmbito federal, pois Danielle era investigada por ter condutas ilegais junto com a sua madrasta, Cláudia Cordeiro Cruz.

Constatou-se que Eduardo Cunha possuía contas na Suíça para manter o dinheiro recebido pelas empreiteiras e outros esquemas de corrupção em um paraíso fiscal, neste processo também foi envolvida a família de Cunha, inclusive sua esposa, que foi absolvida pelo juiz Sérgio Moro, sendo que isso já havia criado muitos questionamentos, agora outra decisão do juiz sobre o caso foi dada e gerou outra grande polêmica.

Anúncio

Decisão de Moro

A filha de Eduardo Cunha pediu ao juiz federal Sérgio Moro a devolução de seu passaporte e documentos, para que Danielle pudesse viajar a fim de resolver algumas pendências sobre o seu trabalho, e o juiz Moro foi muito criticado porque liberou os documentos para que a filha de Cunha pudesse viajar sem nenhum problema, e essa foi a segunda decisão de Sérgio Moro no caso de Cunha que gerou grande polêmica.

O juiz federal Sérgio Moro é responsável pela operação Lava Jato em Curitiba, na qual ficou popularizado o termo "delação premiada", até porque foi o magistrado que trouxe a ideia do Estados Unidos da América para implantar aqui nas investigações do Brasil, com isso diversos esquemas de corrupção e nomes importantes foram descobertos, um dos mais excepcionais foi a investigação sobre o ex-presidente da Câmara dos Deputados, o ex-deputado federal Eduardo Cunha.

Anúncio

Justificativa das atitudes de Moro

O juiz federal afirma que a família de Eduardo Cunha, apesar de ter participação em seus atos, não tinham a intenção e também não sabiam que estavam cometendo crimes, pois na visão de Sérgio Moro, a esposa e filha do ex-presidente da Câmara dos Deputados ajudavam o mesmo, porém, elas pensavam que os seus atos não eram ilícitos.

Delação de Cunha?

Algo muito especulado pela mídia é uma possível delação premiada de Eduardo Cunha, até porque o ex-presidente da Câmara teria muito a falar para os investigadores, já que era ele quem decidia se tramitava ou não um projeto de lei no Congresso Nacional, sendo que diversas empreiteiras tinham interesse em manipular isto.

Anúncio