Michel Temer recebeu finalmente alta hospitalar, depois de ter ficado os últimos três dias internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo (SP), tendo gerado muita preocupação para todos os seus seguidores. Tal como informa o site “Pleno News”, depois dessa luta nos últimos dias, quando seu problema urológico foi avaliado e analisado, o atual Presidente da República, na saída do hospital, sempre acompanhado pela segurança, se dirigiu aos jornalistas que estavam presentes para, nessa tarde, dia 30 de outubro, garantir que o pior já tinha passado. “Foi tudo bem”, reagiu finalmente o político de setenta e sete anos de idade.

De fato, desde que assumiu o comando político nacional, Michel Temer sempre foi muito criticado e atacado pelos seus discursos e iniciativas, mas sobretudo pelo seu alegado envolvimento em esquemas de corrupção nesses últimos anos.

Contudo, essas críticas, nessas semanas, foram substituídas por alguma preocupação que o estado de Saúde dele provocou. Depois de um alegado problema no seu coração, que ainda não foi confirmado por nenhuma fonte oficial do experiente político, na semana passada Michel Temer foi internado às pressas no Hospital do Exército, em Brasília.

Será precisamente em Brasília que Michel Temer vai ter que estar obrigatoriamente, visto que os médicos que acompanharam o Presidente da República nesses últimos dias aconselharam que ele fique em repouso total na sua casa. Como garante o site “Pleno News”, em uma nota oficial avançada pela assessoria de comunicação do Planalto, Temer vai ter a oportunidade de, nos próximos dias, poder trabalhar a partir de casa, sendo quase certo que ele não vai ser visto fora do local onde vive com a família.

“Por recomendações médicas, o presidente vai para casa (que fica na Zona Oeste de São Paulo), repousar. Ele trabalha de lá hoje e amanhã”, informou o Planalto, tentando dessa forma acalmar todas as pessoas que, nesses últimos, demonstraram alguma preocupação por tudo o que se tem passado. [VIDEO]

Vale a pena recordar que o problema consistia em uma obstrução uretral por ressecção da próstata, sendo que era necessário Temer ser submetido a uma cirurgia [VIDEO]para que essa situação pudesse ser regularizada o mais rapidamente possível. Nas redes sociais, como tem acontecido quase sempre com matérias relacionadas com o atual Presidente da República, muitas mensagens torcem para que ele não tenha mais condições físicas para assumir o cargo dessa importância, enquanto outros rezam para que ele se recupere rapidamente.