O cenário político brasileiro anda bastante conturbado nos últimos tempos. Vários escândalos envolveram diversos políticos, inclusive do primeiro escalão do atual governo. Uma das denúncias feitas pela PGR – Procuradoria Geral da República - atingiu até Michel Temer, o atual presidente da República do Brasil [VIDEO].

Com tantos escândalos, a população do país ainda não sabe como irão transcorrer as eleições presidenciais que acontecem no próximo ano. Até então, um dos possíveis candidatos à presidência, Luíz Inácio Lula da Silva também responde processo na Justiça. Lula governou o Brasil e é considerado um dos governantes mais populares que o país já teve.

Pesquisa revela resultado surpreendente

De acordo com a pesquisa realizada pelo Ibope, se as eleições presidenciais acontecem nesse período, o deputado federal Jair bolsonaro e o ex-presidente do Brasil Luíz Inácio Lula da Silva seriam os dois candidatos a disputar o segundo turno. A publicação do resultado da pesquisa de intenção de votos foi feita neste último domingo (29), no jornal O Globo.

A primeira pesquisa sobre as intenções de voto para presidente realizada pelo instituto apontava Lula na liderança com aproximadamente 35%. Já o deputado Bolsonaro estava em segundo lugar na pesquisa com 15% [VIDEO]e em terceiro lugar estava Marina Silva.

A ex-ministra fica ocupando a terceira posição em qualquer cenário apresentado com o ex-presidente Lula. Já sem o petista, a primeira colocação na pesquisa apresenta um empate entre Marina Silva e Jair Bolsonaro.

Cada um dos candidatos tinha 15% das intenções de voto.

O instituto também realizou uma pesquisa espontânea, aquela no qual não é apresentado nomes a pessoa que vai responder a pesquisa. Neste caso, o ex-presidente Luíz Inácio apareceu com 26% e na sequência Jair Bolsonaro com 9%; na terceira colocação Marina Silva aparece com 2%.

Conforme divulgado pelo jornal, o instituto realizou a pesquisa entre os dias 18 e 22 deste mês de outubro. Aproximadamente duas mil pessoas foram entrevistadas em todos os estados do Brasil. A pesquisa considera uma margem de erro de dois pontos percentuais, tanto para mais quanto para menos.

Um outro cenário apresentado aos entrevistados citou o nome do apresentador global Luciano Huck. O Ibope testou o seu nome e numa disputa com Lula, o artista apresentava 5% das intenções de voto. No caso de uma eventual competição com Fernando Haddad como candidato pelo Partido dos Trabalhadores, o apresentador global tinha cerca de 8%.

Henrique Meireles, o atual ministro da Fazenda, apresentava uma variação entre 0 e 1% das intenções de voto, dependendo de quem fosse o adversário. Não ultrapassando essa porcentagem.