A efervescência do cenário político caótico do Brasil parece não deixar quase ninguém de fora; tanto é assim, que a atriz Maitê Proença compareceu na última sexta-feira (6) no lançamento do chamado “Renova Brasil”, [VIDEO] que é um projeto visando à renovação dos dirigentes da política brasileira, e que intenciona arcar com as despesas de 150 "bolsistas", os quais manifestem o interesse na disputa pelas eleições para presidente do país.

Os nomes mais falados em tal disputa, no mínimo curiosa, são até agora: o apresentador da Rede Globo, Luciano Huck; Arminio Fraga, que já foi presidente do Banco Central; Nizan Guanaes, que é publicitário; Abilio Diniz, empresário muito rico e Bernardinho, que já foi técnico de vôlei.

E por falar em Maitê e Luciano, a atriz já confessou que gosta e muito da ideia do global se tornar presidente do Brasil, uma vez que ele reúne todos os traquejos, é honesto e saberia o que fazer.

Por outro lado, Proença preferiu não falar quase nada sobre o seu apoio a Aécio Neves (PSDB-MG) nas eleições presidenciais de 2014, só dizendo que ela preferiu se recolher em relação ao político em questão, uma vez que o mesmo optou por caminhar em “pântanos”, ou melhor, se transformar numa espécie do pior bandido político que o Brasil já produziu.

Maitê diz que agora apoiará "gente fazedora", oriunda da sociedade civil, como é o caso do também ex-amigo de Aécio Neves, a saber, Luciano Huck.

Responsável pelo projeto “Renova Brasil”

O empreendedor e empresário Eduardo Mufarej foi ao Campus Google em São Paulo dizer que o Renova Brasil possibilita, que os excluídos e os que não sejam políticos profissionais possam vislumbrar a possibilidade da disputa pela presidência da República.

Os melhores vídeos do dia

O que Mufarej não explica é a inclinação explícita que tem pelos movimentos na “moda” tais como MBL, Acredito, Vem Pra Rua, e os partidos Novo e Rede, cujos logos foram postos em destaque no telão de apresentação.

Eduardo aproveitou também para rechaçar a solicitação de investigação por parte do petista da Bahia Jorge Solla à Raquel Dodge, procuradora-geral da República, sobre o Renova Brasil; sendo que o líder de esquerda acusa o projeto de receber aporte financeiro ilegal de empresas para eleições manipuladas.

Mufarej explica e diz que o seu projeto não passa de um programa de "coaching" para instruir a nova liderança política da nação, a qual deve ter 21 anos ou mais, com ficha limpa e nenhum mandato anterior.

Vale frisar que uma das representantes femininas na seleção para disputar a “Bolsa Eleição”, se chama Carla Zambelli, líder principal do “Nas Ruas”, que esbravejou em conseguir o impeachment da presidente eleita com mais de 54 milhões de votos, Dilma Rousseff.

De novo Maitê Proença

A atriz se mostrou muito empolgada diante da palavra de ordem no cenário da política brasileira, que foi "renovação", durante o café da manhã, que precedeu ao evento, e que foi regado a suco de caixinha, petiscos de bombinhas de chocolate e pão de queijo.

Maitê disse que os brasileiros não poderiam lavar as mãos frente a tamanha irresponsabilidade pelo que vem acontecendo no Brasil, ocasionada pela falta de conhecimento, preguiça ou conforto das pessoas.

Entretanto, o que a maioria dos fãs da moça e também os homens de bem desta nação esperam é que ela saiba escolher, é que ela não opte por um outro Aécio Neves, assim como fez em 2014, se é que há algo muito diferente dessa laia de políticos, profissionais ou não, no Renova Brasil. [VIDEO]