Segundo o ex-governador do Ceará e pré-candidato à Presidência da República em 2018 Ciro Gomes (PDT-CE), o deputado federal e também pré-candidato Jair Bolsonaro (PSC-RJ), é mais íntegro que os candidatos do PSDB. Na madrugada desta segunda-feira (23), foi ao ar no programa Canal Livre, da Band, uma entrevista com o ex-governador. O pré-candidato à Presidência fez duras críticas ao atual prefeito de São Paulo, João Doria, e ao senador Aécio Neves, ambos do PSDB.

Durante a entrevista, Ciro disse que o fato de Jair Bolsonaro aparecer em segundo nas pesquisas é reflexo de um povo indignado com a política tradicional.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Eleições

Segundo o ex-governador, o povo enxerga que para dar um novo rumo ao Brasil precisa de alguém exagerado, em referência a Jair Bolsonaro.

Para Ciro Gomes, a declaração dos eleitores de votar no deputado federal é somente uma forma de mostrar a insatisfação com o atual momento da política brasileira.

O ex-governador, apesar de não concordar com as ideias de Bolsonaro, afirma que o deputado fluminense é mais íntegro que os candidatos tucanos.

Ciro mostrou indignação com o senador da República e provável candidato à Presidência do Brasil em 2018 Aécio Neves. Para ele, o ex-governador do estado de Minas Gerais não é digno de sair impune das acusações que tem recebido, que, apesar de todo o reconhecimento da carreira política do tucano, isso não pode acontecer.

Ciro Gomes afirmou que se o PSDB quiser ter alguma chance nas Eleições à Presidência do Brasil, o nome ideal para concorrer esse posto é o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Apesar dos vários erros que o partido tucano tem cometido, Alckmin seria o ideal para concorrer as eleições, segundo a visão do pedetista. Ainda para o ex-governador, Alckmin, com sua popularidade, inventou o atual prefeito de São Paulo, João Dória.

Segundo Ciro, "prefake" (prefeito falso) de São Paulo.

Ainda para o pedetista, dos eleitores que agora declaram voto em Bolsonaro, muitos deles votarão em outros candidatos na hora da eleição. Segundo o político, esses eleitores procuram candidatos sérios e estão inconformados com a atual política. Para Ciro, ele é essa pessoa séria, autoridade e afirma que os eleitores de Bolsonaro poderão ser seus eleitores na hora da eleição.

Ciro disse que montará uma estrutura para ganhar as eleições de 2018 e está com muita vontade de vencer a disputa para a Presidência do Brasil no próximo ano. Na semana passada, o pedetista foi envolvido em uma polêmica em relação à Marina Silva, da Rede. Na ocasião, Ciro Gomes afirmou que faltaria "testosterona" para Maria assumir a Presidência do país. Entretanto, segundo o político, a afirmação não foi em tom machista e que tem respeito pela possível candidata a presidente em 2018.