O deputado federal e pré-candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro (PSC) [VIDEO], vence Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em quatro das cinco regiões do país em um dos cenários pesquisados pelo Instituto Paraná Pesquisas. O levantamento foi realizado entre os dias 18 e 22 de setembro e ouviu 2.040 eleitores em 164 cidades de 26 estados e do Distrito Federal. O grau de confiança do levantamento é de 95%. Isso significa que se fossem realizadas 100 pesquisas, 95 apresentariam resultado dentro da margem de erro.

Cenário

No cenário em que o candidato do PSDB é o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, Lula lidera com 26,5%.

Jair Bolsonaro aparece na segunda posição com 20% [VIDEO]. Marina Silva (Rede) é a terceira colocada, com 9,8%. Alckmin aparece na quarta posição, com 8,4%. O ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, foi citado por 8,3%. Ciro Gomes (PDT) soma 4,5%. Já Álvaro Dias (Pode) tem 3,9%. O Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, aparece com 1,6%.

É neste cenário que Bolsonaro lidera em quatro das cinco regiões do país.

Regiões

As regiões norte e centro-oeste têm o resultado unificado devido a ter menos eleitores do que outras regiões do país. Bolsonaro lidera com 26,1%. Lula aparece na segunda posição, com 19,5%. Marina Silva é a terceira colocada, com 12,5%.

Na região sudeste, que concentra três dos quatro maiores colégios eleitorais do país (São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte), o parlamentar vence o ex-presidente por 22,1% a 20,8%.

A vantagem é bem pequena, mas o deputado federal está à frente.

No sul, a vantagem de Bolsonaro é um pouco maior. O parlamentar aparece com 22,6%, enquanto Lula seria votado por 17,2% dos eleitores desta região. Marina Silva é a terceira, com 9,5%.

Nordeste

Mesmo perdendo em quatro regiões do país, Lula se mantém na liderança da pesquisa para a Presidência da República por um motivo simples: vitória arrasadora no nordeste. Neste cenário pesquisado, o petista soma 44,6% dos votos. Jair Bolsonaro, o segundo colocado, aparece com 12%. O número de Bolsonaro é menor do que os 13,3% que afirmaram que não votariam em nenhum dos candidatos. Joaquim Barbosa é o terceiro colocado, com 8%. Marina Silva aparece logo atrás, com 7,3%. Ciro Gomes tem 5%, enquanto Geraldo Alckmin soma 4%.

Bolsonaro sabe que para ultrapassar Lula nas pesquisas será preciso melhorar o desempenho na região que praticamente deu a vitória ao PT nas últimas quatro Eleições presidenciais.