É com tranquilidade e até indiferença que Luiz Inácio Lula da Silva, o Lula, interpreta a possibilidade de João Doria se candidatar à presidência da República em 2018. O petista, que será candidato caso sua condenação na Operação Lava-Jato não seja mantida em segunda instância, tem liderado todas as pesquisas até o presente momento.

Doria ainda vive a indefinição do seu próprio partido, o PSDB, que tem no governador paulistano Geraldo Alckmin um outro forte postulante. Mas Lula [VIDEO] parece não se preocupar e ainda "joga" o problema para Alckmin. "Se Doria se candidatar é um problema para Alckmin, não para mim", afirmou Lula em Minas Gerais na última sexta-feira.

O ex-presidente ainda fez críticas sobre a maneira como Doria tem dirigido a prefeitura de São Paulo. Para Lula, o tucano demonstra que não está querendo enfrentar os problemas da cidade se caso resolver se afastar para disputar a presidência.

"Doria só tem um problema, que é governar São Paulo. Foi eleito, mas parece ter medo de governar, porque quer sair com um ano e quatro meses de mandato. Tá cheio de político que se elege em São Paulo, percebe o tamanho do problema, e resolve ir para outros cargos", cutucou Lula.

Na primeira pesquisa realizada pelo Ibope, divulgada neste domingo, Lula volta a aparecer na frente e disputaria o [VIDEO] segundo turno com Jair Bolsonaro.