O senador Aécio Neves [VIDEO], considerado um dos principais nomes do PSDB (Partido Socialista Democrático do Brasil) e que por pouco não desbancou a candidata Dilma Rousseff do PT [VIDEO] (Partido dos Trabalhadores) no segundo turno da disputa presidencial em 2014, novamente voltou a estampar as principais capas de jornais e revistas eletrônicas após ter seu nome amplamente envolvido em uma série de escândalos e investigações.

O tucano, que estava em evidência na corrida presidencial do próximo ano e era apontado por diversos integrantes de seu partido como um forte candidato às eleições de 2018, também se destacava como réu em diversas acusações.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Governo

Envolvido em uma série de acontecimentos negativos que envolveram desde o seu próprio nome até o de seus familiares e levou em meados de 2017, sua própria irmã à prisão, Aécio ainda vinha sendo acusado de corrupção e corria risco de perder definitivamente seu atual cargo no Senado de Minas Gerais por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF [VIDEO]).

Muito visado e na mira de milhões de brasileiros, Aécio Neves foi absolvido na tarde desta última terça-feira (17), após o plenário do Senado decidir por um total de 44 votos a 26, a anulação da decisão tomada pela Primeira Turma do STF, bem como na devolução do mandato ao senador de Minas Gerais, que após ser absolvido das acusações, já se encontra liberado para exercer normalmente suas funções públicas.

Entenda como ocorreu a votação que isentou o senador do PSDB das acusações

Para que Aécio perdesse o cargo de Senador, ele precisaria receber dos deputados um total de 41 votos a favor. Recebendo 44 votos contrários à decisão tomada pelo STF, o tucano antes mesmo da apuração total dos votos, comemorou sua vitória e ficou isento das acusações que vinham sendo feitas contra ele.

Assessoria de Aécio Neves envia nota a respeito da decisão

Pouco tempo após o resultado da votação, uma nota foi emitida pela assessoria de imprensa do ex-governador do estado de Minas Gerais.

Ressaltando um espírito sereno durante a apuração dos votos, a nota fez questão de afirmar que: ''A decisão tomada pelos presentes, restabeleceu princípios vitais de um Estado democrático de direito, assegurando tanto a plenitude da representação do povo brasileiro, como o devido processo legal, assegurando assim ao senador Aécio Neves, a oportunidade de apresentar sua defesa e comprovar na Justiça Brasileira sua inocência em relação às falsas acusações das quais foi réu.''

Repercussão nas redes sociais

Após a absolvição do tucano ser anunciada pelo Plenário, as redes sociais foram invadidas pelo assunto e em poucos minutos, o mesmo chegou a ficar entre os trend topics do Twitter como um dos assuntos mais comentados na web pelos internautas.