O atual presidente da República do Brasil, Michel Temer, passou mal e foi hospitalizado às pressas nesta quarta-feira (25). Temer estava no Palácio do Planalto quando teve um desconforto. Ele foi socorrido e encaminhado para o Hospital Militar da cidade de Brasília para realização de exames.

De acordo com as primeiras informações, o presidente teve um problema urológico [VIDEO]. O diagnóstico é de obstrução na uretra e Temer precisou ficar internado para realização do devido tratamento.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Michel Temer

Ainda não se sabe se o presidente vai precisar passar por uma intervenção cirúrgica para retirar a obstrução. Por enquanto, não existe previsão de alta e nem mais detalhes sobre o tratamento.

Esse novo diagnóstico não teria nenhuma relação com o problema de saúde que ele teve recentemente. No início deste mês, o presidente Michel Temer foi diagnosticado com uma obstrução da artéria coronária.

A imprensa foi chamada pelo porta-voz da Presidência da República par poder passar mais informações sobre o real estado de saúde de Michel Temer. O problema de saúde do presidente da república acontece no mesmo momento em que a Câmara do Deputados está se preparando para uma votação de suma importância para o atual governo. Os deputados irão votar se aceitam ou não a segunda denúncia contra o atual presidente.

A PGR (Procuradoria-Geral da República) apresentou denúncia contra Temer e mais dois ministros. Eles são acusados de cometer obstrução de Justiça, organização criminosa e recebimento de propina.

Presidente teve obstrução da artéria do coração no início do mês

No entanto, no início do mês, os assessores de imprensa da presidência desmentiram o fato e afirmaram que tudo não passava de um boato. Porém, Michel Temer já tinha agendado uma cirurgia para realizar a desobstrução da artéria entupida.

O presidente desistiu de realizar o procedimento cirúrgico para poder se empenhar politicamente contra a denúncia realizada pela PGR (Procuradoria-Geral da República) contra ele e mais dois ministros.

O problema no coração de Michel foi detectado através de um exame de imagem. Os médicos ainda não sabem se Temer precisará de uma intervenção cirúrgica. Por enquanto, o presidente vai fazer o tratamento em casa. Ele está tratando a obstrução coronariana com medicamentos e dieta. Caso não haja uma resposta satisfatória, os médicos irão avaliar novamente o estado de saúde do presidente. Se necessário, ele será submetido ao cateterismo.

Vale ressaltar que o atual presidente da República do Brasil tem 77 anos de idade. Ele é o governante mais velho da história do país.