O deputado federal Jair Messias Bolsonaro se tornou muito popular nos últimos anos por ter uma forte opinião mais voltada para a direita política, e com a falta de representatividade nesta ideologia o mesmo se tornou o principal representante. Contudo, disputa o cenário de uma possível corrida presidencial em 2018 com o ex-presidente da República Luiz Inácio #Lula da Silva.

Lula e Bolsonaro sempre trocam muitas alfinetadas e ofensas, até porque na última pesquisa do Instituto Datafolha, o petista é quem lidera com cerca de 35% das intenções de votos e Bolsonaro vem na segunda colocação com cerca de 20%.

Lula alfineta e Bolsonaro responde

O ex-presidente Lula falou em uma palestra para apoiadores de sua possível candidatura em 2018 [VIDEO], sobre a reportagem da Folha de São Paulo em que citava o pré-candidato Bolsonaro ter ido ao Estados Unidos da América e ter apresentado um discurso liberal, assim agradando o mercado para investidores apoiarem sua candidatura no ano que vem.

"Se Bolsonaro agrada o mercado, nós temos que desagradar o mercado", disse o ex-presidente Lula sobre a reportagem da Folha de S. Paulo.

Jair Bolsonaro respondeu o que Lula disse sobre a sua solução econômica para o Brasil, e o deputado federal, segundo os seus seguidores nas redes sociais, "mitou" ao responder o petista.

Bolsonaro disse que Lula "tomou sua cachacinha mais cedo", e o deputado federal afirmou que Lula é um estatizante e que no regime militar essa era a única solução mas atualmente não é mais viável, pois as empresas coordenadas pelo governo federal só servem para corrupção, defendendo o discurso liberal e apoiando a a privatização das estatais.

Bolsonaro recebe apoio dos investidores

Com um novo discurso adotado, Jair Bolsonaro recebe um apoio importante para se tornar o presidente da República nas próximas eleições presidenciais, pois o mesmo tem desejo de encarar o ex-presidente Lula na corrida presidencial, mas o petista ainda corre um grande risco de não ser candidato pela possibilidade de ser condenado em segunda instância ainda antes das eleições.

Bolsonaro ainda não tinha um posicionamento esclarecido sobre a economia [VIDEO], sendo que isso é muito cobrado em suas entrevistas, agora com sua ida ao Estados Unidos da América, ele deve apresentar a mesma posição em todas suas próximas entrevistas, lembrando que o deputado federal afirmou que vai tirar o mês de janeiro para estudar sobre o liberalismo econômico e apresentar isto nos debates presidenciais. #Eleições 2018 #Bolsonaro 2018