O ex-atleta do Vasco, Lyon e Seleção Brasileira Juninho Pernambucano não poupou os eleitores do político Jair Bolsonaro (PSC-RJ) no Twitter na madrugada desta terça-feira (3). Primeiro, o Reizinho mandou o recado diretamente para os "bolsominions", pedindo que se algum o seguisse, que desse unfollow na rede social. Depois, em uma sequência, o ex-jogador reafirmou o recado e ainda garantiu que estava completamente consciente do que estava escrevendo.

Logo os comentários de Juninho começaram a fazer sucesso entre os seguidores, tanto que juntos os tweets somam mais de 20 mil compartilhamentos e 64 mil curtidas.

Vendo a repercussão, o ex-jogador voltou a comentar o caso ainda na tarde desta terça, novamente utilizando o Twitter. O ex-atleta pediu que não o seguisse quem tem qualquer tipo de preconceito, dando a entender que os eleitores de Bolsonaro [VIDEO] são preconceituosos.

Após os comentários, o Reizinho recebeu o apoio de muitos usuários da rede e até de colegas de imprensa que são contra a candidatura do político Jair Bolsonaro. Entre eles, o jornalista Bruno Formiga, do Esporte Interativo, e o jornalista freelancer, ex-ESPN Brasil, Lúcio de Souza, que atualmente conta com uma agência investigativa de notícias, e José Trajano, que durante muitos anos também trabalhou na ESPN.

Os melhores vídeos do dia

Algumas páginas e até perfis famosos, como de Pedro Hosken, da Hugo Gloss, também brincaram com a situação, mas ao mesmo tempo expressaram contentamento com a posição de Juninho Pernambucano.

A resposta contra Juninho Pernambucano

Do outro lado, uma quantidade parecida de usuários criticou a postura tomada por Juninho Pernambucano na rede social.

Logo após os comentários, o filho de Jair Bolsonaro e também político do PSC, Flávio Bolsonaro, retrucou o ex-atleta.

Juninho passou, então, a responder os comentários feitos por Flavio Bolsonaro, que seguiu retrucando o ídolo vascaíno e comentarista da Rede Globo. Em resposta, o Reizinho disse que é filho de militar patente baixa, aquele "sempre humilhado". O ex-jogador afirmou que para ele, "igualdade é tudo".

Logo em seguida, Flavio Bolsonaro disse que acredita que Juninho possa ser simpatizante de Dilma Rousseff, ex-presidente do PT.

Mais uma vez, o ex-camisa 10 do Vasco respondeu Flavio, afirmando não escolheu lado político. O atleta reiterou, afirmando que apenas não gosta de preconceituosos.

A conversa finalizou com Juninho Pernambucano sendo irônico com o filho de Jair Bolsonaro, tweetando que não sabia que existia "preconceito contra preconceituosos".