Luciano Huck é, com certeza, uma das maiores estrelas da internet, atualmente. Possuindo páginas vinculadas ao seu nome como "Ajuda Luciano", que é uma das mais seguidas na rede social Facebook, o apresentador já ganhou o carinho de milhares de brasileiros por conta de seu programa semanal e da interatividade que possui nas redes sociais.

Grande parte da fama de 'bom moço' de Luciano vem por conta do "Caldeirão do Huck", onde o apresentador possui quadros que são voltados à ajudar brasileiros com menores poderes aquisitivos. Alguns dos quadros como "Lata Velha" e "Lar, doce Lar" ganharam a atenção e a audiência do público, o que colocou o apresentador em evidência nos últimos anos, principalmente com o surgimento da internet.

Pois bem, por conta de sua fama de populista, o comunicador foi procurado por alguns partidos políticos que possuem a intenção de tê-lo como candidato para cargos públicos nas eleições futuras.

Embora já tenha afirmado que não pretende se candidatar às eleições no que vem (o apresentador não citou sobre eleições futuras), Luciano Huck mantém encontros e contatos frequentes com vários partidos, promovendo reuniões e conversando sobre a atual situação política do país. Seria este um sinal do que está próximo de acontecer?

O DEM (Partido Democrata), por exemplo, acabou desistindo de João Doria (PSDB) enquanto candidato e concorrente à presidência do país e, recentemente, focando na força que o apresentador e comunicador da Rede Globo tem, promoveu o convite para que Luciano ficasse no lugar do prefeito de São Paulo.

Em informações do "Estadão", a mudança acabou ocorrendo em última pesquisa política realizada onde Doria não estaria com índices considerados suficientes.

Nos últimos meses, a legenda já se reuniu algumas vezes com o apresentador [VIDEO] e demonstrou bastante interesse em relação à colocá-lo como candidato do partido. Por conta da rejeição de Huck, o partido e a legenda já estão, entretanto, promovendo suas ações para outros candidatos mais propícios à ascenção do cargo.

Apesar de se apresentarem muito interessados no apresentador do Caldeirão do Huck, o partido político DEM pode também ficar de apoio à candidatura de Geraldo Alckmin à Presidência e Planalto da República, caso o candidato escolha o secretário Rodrigo Garcia para ficar como principal candidato às eleições para prefeito de São Paulo que ocorrerão nos próximos anos. Como um jogo político, tudo pode acontecer.