Michel Temer, atual presidente do Brasil, vive um momento decisivo de sua carreira política e também do lado pessoal. O peemedebista está na expectativa para que a Câmara dos Deputados não o afaste, em mais um processo contra Temer, acusado também de participar de esquemas ilícitos.

Michel Temer está há anos da política, mas até o ano passado ele fazia uma espécie de vice-presidente decorativo. O impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff foi muito importante para que ele tivesse o seu nome conhecido pelo grande público.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Michel Temer

Odiado por muito, amado por poucos, Michel passa por momentos complicados em sua vida

Enquanto se acerta com o próprio partido, Michel descobriu que precisará passar por uma cirurgia.

De acordo com informações do site do jornal ‘’Gazeta do Povo’’, Michel descobriu um problema no coração e faria uma cirurgia importante, a fim de evitar que o mal fique maior e ele possa até mesmo falecer.

Muitos eleitores avaliam o governo de Temer como ruim os péssimo. Ele até tenta reverter esse quadro, mas a economia ruim e outros problemas dificultaram tudo.

A saúde do peemedebista também vai mal, como mostraram médicos que o atenderam recentemente. As primeiras informações sobre o caso dizem que uma artéria do peemedebista estava obstruída. O problema é sério e Temer foi avisado pelas autoridades médicas do que deverá fazer.

O problema grave de saúde de Michel Temer que poucos conheciam

A artéria coronária estava cheia de gordura e isso é mais grave do que parece. Michel ouviu dos especialistas que era necessário fazer uma cirurgia às pressas.

A má notícia para ele aparece em um momento que o Brasil passa por momentos difíceis.

Aos 77 anos, a notícia veio como uma bomba. Isso porque o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia, já estava nos trâmites para ajudar Temer na luta para convencer o Congresso Nacional de apoiar todas as reformas trabalhistas, como também de não dar andamento no processo de impeachment de Michel.

Câncer também já atingiu Lula e Dilma e comoveu o Brasil

Casado com uma mulher bem mais nova, Michel, segundo informações da TV Globo, precisa ser internado para tratar de um cateterismo. Se não cuidar do coração, o político pode até morrer. Michel não é o primeiro presidente a ter uma doença grave. Os seus antecessores, Dilma e Luiz Inácio Lula da Silva, também passaram por um mal difícil, mas se curaram. Ambos tiveram câncer, mesma doença que matou Hebe Camargo e Marcelo Rezende.

Marcelo, inclusive, dividiu todo o seu drama por meio das redes sociais. Nesta segunda-feira (16), completa um mês de sua morte, mas seu falecimento é repleto de polêmicas entre sua namorada, a jovem Luciana Lacerda, como com os filhos. Ao todo, são cinco os herdeiros do jornalista.

E você, o que acha da doença do presidente? Deixe o seu comentário. Ele é importante.