Anúncio
Anúncio

No dia em que a Câmara dos Deputados vota a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB), apresentada pelo então Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, antes de deixar o mandato, o presidente Temer passou mal e foi levado 'às pressas' para o centro cirúrgico de um hospital em Brasília, no Distrito Federal.

Denúncia contra o Presidente Temer

Caso a Câmara dos Deputados autorize o prosseguimento da denúncia contra Michel, ele será afastado das atividades e será dada continuidade no prosseguimento da ação penal.

A primeira denúncia contra o presidente Temer, apresentada pelo ex-Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, foi rejeitada pela Câmara dos Deputados. Ocorre que Rodrigo Janot usou a estratégia de 'fatiamento da denúncia', ou seja, identificou a ocorrência de mais de um fato tipificado como crime e apresentou denúncias separadas, gerando muito mais trabalho para a defesa do presidente Michel Temer.

Estado de Saúde do Presidente Michel Temer

Recentemente foram divulgadas algumas notícias relacionadas ao estado de Saúde de Temer, que estaria com 'obstrução em uma artéria coronária', o que preocupou muitas pessoas, principalmente em virtude da idade do presidente, que tem 77 anos.

Anúncio

Michel Temer não está bem e foi encaminhado para Hospital Militar

A pressão contra Michel Temer teve início desde que ele se tornou o 'primeiro presidente em exercício denunciado' por crimes graves, ligados à corrupção e obstrução de justiça.

Em princípio, conforme divulgado em diversos veículos de comunicação, a agenda do presidente Michel Temer hoje (25/10) seria voltada a 'despachos' no Palácio do Planalto com ministros, além de trabalhar com a 'base aliada' sua defesa na Câmara dos Deputados.

Ocorre que, segundo informações, o presidente Michel Temer passou mal e foi levado para o hospital militar em Brasília (no Distrito Federal). Segundo informações, a votação não será interrompida e a ordem é para que os deputados continuem a votação.

Anúncio
Os melhores vídeos do dia

Primeiro, vários jornalistas chegaram a 'especular' sobre possível problemas relacionados à obstrução parcial na artéria coronária, porém, segundo informações, trata-se de problema urológico e que o presidente não passa por nenhuma cirurgia e que tudo teria sido apenas um 'mal estar'.

Porém, é importante destacar que as notícias ainda estão 'desencontradas' e o Palácio do Planalto preparou uma fala oficial para informar quais as reais circunstâncias da ida do presidente ao hospital.