O Ibope realizou sua primeira pesquisa para as eleições de 2018 e o resultado não chegou a surpreender, mas confirmou um possível segundo turno entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Na pesquisa Ibope realizada entre os dias 18 e 22 de outubro, quando entrevistou 2.002 pessoas em todos os estados e divulgada hoje pelo jornal "O Globo", o petista aparece com 35% das intenções de voto contra 13% do parlamentar. Já na disputa ainda no primeiro turno, aparecem Marina Silva (Rede), com 8%, seguida pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e o apresentador da TV Globo, Luciano Huck (sem partido), com 5%.

Também aparecem na pesquisa do Ibope o prefeito de São Paulo, João Doria, com 4% e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) com 3% das intenções de voto.

A mesma pesquisa revelou que brancos e nulos somam 18% e aqueles que disseram não saber em quem votar ou não responderam somaram 5%. O resultado apresenta uma semelhança com o último levantamento do Datafolha, que foi realizado em setembro, quando Lula apareceu com 36% contra 16% de Jair Bolsonaro [VIDEO]na simulação que já apresentava o governador Geraldo Alckmin como candidato do PSDB. No levantamento, quando Dória aparece como o candidato dos tucanos, Lula fica com 35% e Bolsonaro com 17%. A grande diferença está na performance de Marina Silva, que apresenta 14% quando Alckmin está na corrida presidencial, e 13% quando Doria é o adversário.

Com Lula fora das eleições, Marina Silva e Bolsonaro empatam na disputa pela presidência da República

Em um cenário onde Lula fica fora da disputa presidencial, Bolsonaro e Marina dividem a liderança, segundo a pesquisa estimulada do Ibope. Os dois atingiriam 15% das intenções de voto. Atrás deles estão Luciano Huck (8%), Ciro e Alckmin (ambos com 7%), e Doria (5%). Apresentando como eventual substituto de Lula nas eleições, o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT) aparece com 1%. No quadro em que Lula não participa da disputa, 28% dos eleitores informaram preferir anular ou votar em branco. Já 6% dos entrevistados não sabem ou deixaram de responder.

Luciano Huck pode alterar o quadro da disputa eleitoral em 2018

Se antes era apenas um especulação, hoje parece que o nome do apresentador do "Caldeirão do Huck" na Rede Globo, Luciano Huck, está levando a sério seu nome como pré-candidato a presidente da República [VIDEO] e sua avaliação na primeira pesquisa do Ibope onde aparece com 5% da preferência do eleitorado e o resultado no levantamento do Datafolha onde apareceu com 8% mostra, que se, assumir de vez seu interesse em participar da disputa, a tendência é seu nome crescer, mas mesmo assim, Lula ainda seria de longe o favorito, segundo as duas pesquisas.